11.6 C
Castelo Branco
Segunda-feira, Outubro 25, 2021
No menu items!
InícioRegionalComunicado do presidente da Câmara de Proença-a-Nova João Lobo

Comunicado do presidente da Câmara de Proença-a-Nova João Lobo

O concelho de Proença-a-Nova registou este domingo, 24 de março, um incêndio florestal, com início às 10h16 e dado como dominado pelas 17h05, que está, neste momento, a ser investigado quanto às causas que originaram a ignição pelas autoridades competentes.

Hoje, já na posse de valores mais concretos relativamente à área que foi consumida, posso informar que atingiu uma área de 130 hectares, constituída fundamentalmente por povoamentos de pinhal e eucaliptal.

Registando-se no dia 24 de março, e na presença do estado “permanente nível I” de combate a incêndios, destaco a operacionalidade do CDOS/ANPC e a capacidade que os bombeiros voluntários mostraram ao conseguir-se que cerca de 70 viaturas de diversos corpos de bombeiros e de vários distritos, guarnecidas por 231 homens dessem resposta a esta solicitação.

Realço igualmente os meios da Força Especial de Bombeiros estacionada no Centro de Meios Aéreos no Aeródromo Municipal na Moita, bem como da Unidade de Emergência, Proteção e Socorro da GNR e os meios aéreos que se encontram estacionados no aeródromo durante todo o ano e que, apesar das condições muito desfavoráveis no local, pelo vento que se fez sentir, conseguiram conter este incêndio que vem marcar infelizmente este início de 2019.

Deixo uma palavra de apreço e agradecimento aos concelhos da Sertã, Oleiros e Mação que, após terem sido solicitados, fizeram deslocar máquinas de rasto para ajudar no combate e na fase de rescaldo.

Uma palavra também de renovado apreço aos Escuteiros de Proença-a-Nova que, mais uma vez, estiveram na linha da frente no apoio logístico e alimentação, bem como a todos os voluntários e colaboradores do Município, através do Gabinete de Ação Social.

Renovo os alertas que deixámos nas 17 ações de sensibilização que realizámos no início do ano, ainda para mais num ano que se perspetiva muito seco, que nos requere cuidados redobrados naquelas que são as atividades de silvicultura e limpeza da floresta com meios mecânicos, de queimas e queimadas, solicitando sempre o aviso prévio às entidades competentes e à Câmara Municipal e a atenção ao risco de incêndio previsto para o dia.

A segurança da floresta contra incêndios compete à administração central, à administração local, mas passa, objetivamente, por cada um de nós.

É, portanto, tarefa de todos, mantermos uma floresta cuidada, protegida e valorizada.

*João Lobo, presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: