14.3 C
Castelo Branco
Quinta-feira, Setembro 23, 2021
No menu items!
InícioCulturaFronteira regressa a Castelo Branco transformado em FELIJ, a Festa da Literatura...

Fronteira regressa a Castelo Branco transformado em FELIJ, a Festa da Literatura Infantil e Juvenil

Depois de seis edições, o Fronteira transforma-se em FELIJ, a Festa da Literatura Infantil e Juvenil de Castelo Branco.

O Fronteira apresenta a sua nova roupagem e dá um passo decisivo na definição da sua identidade, assumindo-se como o primeiro festival de literatura infantil e juvenil do país, o Fronteira —FELIJ.

Depois de vários anos de trabalho, com as escolas promovendo sessões, com alguns dos maiores, escritores e ilustradores portugueses, o Fronteira — Festa da Literatura Infantil e Juvenil (FELIJ), segue a evolução natural, que passa pela autonomização da programação infantil e juvenil, permitindo, não só um maior alcance da intervenção, mas sobretudo uma dinâmica de promoção da leitura mais ambiciosa. 

Casa do Arco do Bispo

A abrir o Fronteira — FELIJ, segunda-feira, 1 de abril, às 21h30, na Casa do Arco do Bispo, celebramos o Dia do Poeta, com uma conversa entre António Salvado, patrono do Prémio Internacional de Poesia António Salvado — Cidade de Castelo Branco, e o comissário do Festival, José Dias Pires. 

A arte poética de António Salvado, a propósito da arte que o tem rodeado e inspirado a vida toda: eis o ponto de partida para a sessão que procurará a fronteira entre a poesia e a artes plásticas.

Entrada livre no Dia do Poeta dia 1 de abril na Casa do Arco do Bispo

Para representar visualmente estas últimas,  estarão expostas, no mesmo espaço, 6 obras de artistas portugueses, selecionadas da coleção particular de António Salvado, de quem ainda ouviremos poemas.

 De 2 a 5 de abril, cobrindo os vários ciclos de ensino, passarão pelas escolas de Castelo Branco nomes como Inês Barata Raposo, Inês Fonseca Santos, Isabel Alçada, João Valente, José Dias Pires, Maria Francisca Macedo ou Olinda Beja. 

As sessões com autores e alunos contam com atividades dirigidas apenas aos pequenos e jovens leitores, mas também com ações que chamam às escolas pais e encarregados de educação, numa programação que pretende recentrar o Festival nas escolas chamando a elas todos os protagonistas do ensino e da educação.

E porque o Fronteira — FELIJ continua também fora do espaço escolar, o festival encerrará com a conversa ‘O que é uma fronteira?’, no Centro de Cultura Contemporânea de Castelo Branco (CCCCB), sexta-feira, 5 de abril, às 21.30.

Conversa com Sérgio Godinho encerra edição do Fronteira-FELIJ no dia 5 de abril no CCCCB

Sérgio Godinho, moderado por Maria João Costa, falará sobre as várias fronteiras do amor, da vida, da música e da literatura, numa conversa que percorrerá a carreira do músico e escritor, com destaque para Estocolmo, último romance do autor, acabado de publicar pela Quetzal, ‘um retrato duro de sujeição e de prazer — e de todas as ambiguidades que comportam as relações amorosas’.

Refira-se que o Beiranews continua a assegurar a cobertura do festival, na qualidade de Media Partner Principal.

Acompanhe as novidades aqui no beiranews.pt e na página de Facebook do Fronteira — Festa da Literatura Infantil e Juvenil (FELIJ) de Castelo Branco.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: