16.2 C
Castelo Branco
Terça-feira, Junho 15, 2021
No menu items!
InícioNacionalAmato Lusitano assina protocolo “Nós com os outros” do Programa Escolhas 7ª...

Amato Lusitano assina protocolo “Nós com os outros” do Programa Escolhas 7ª Geração

A Amato Lusitano – Associação de Desenvolvimento é uma Associação privada sem fins lucrativos, que desenvolve trabalho de intervenção social em áreas como o apoio a vítimas de violência, pessoas idosas, empregabilidade, imigração, apoio às famílias e crianças e jovens em risco.

“Foi nesta premissa que nos candidatamos no início deste ano ao Programa Escolhas da 7ª Geração com o projeto “Nós Com os Outros” que surgiu dos bons resultados de impacto do projeto “Nós Com os Outros” desenvolvido em parceria com o Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva no âmbito do CLDS-3G”, refere Arnaldo Brás, presidente da Associação Amato Lusitano.

Com a aprovação da candidatura, foi assinado, no passado dia 21 de março, o Protocolo do Programa, assumindo com isso a missão de promover a inclusão social de crianças e jovens provenientes de contextos mais vulneráveis, particularmente de descendentes de migrantes e de crianças e jovens ciganos/as.

Criado em 2001, o Programa Escolhas, dinamizado pelo Alto Comissariado para as Migrações, visa a inclusão social de crianças e jovens provenientes de contextos mais vulneráveis, particularmente de descendentes de migrantes e de etnia cigana, promovendo a igualdade, a não discriminação e o reforço da coesão social.

Os 103 projetos aprovados nesta 7.ª Geração para o biénio 2019-2020, distribuem-se por 17 distritos de Portugal Continental e pelas Regiões Autónomas: 30 no Norte; 19 no Centro; 36 na Área Metropolitana de Lisboa; 11 no Alentejo e 4 no Algarve.

Nesta linha, a Amato Lusitano – Associação de Desenvolvimento, com o projeto “Nós Com os Outros – E7G”, irá desenvolver, no município de Castelo Branco, com particular enfoque nas freguesias de Castelo Branco, Alcains, Monforte da Beira e Malpica do Tejo, um conjunto de ações que visam responder às medidas:

– Medida I (Educação, formação e qualificação);

– Medida II (Emprego e empreendedorismo);

– Medida III (Dinamização comunitária, participação e cidadania).

Pretende-se assim envolver 104 participantes diretos, dos 6 aos 25 anos (sendo 40 destes imigrantes ou descendentes de imigrantes e 64 da comunidade cigana) e 120 participantes indiretos (familiares, outros membros adultos da Comunidade Cigana e Migrante/refugiada; pessoal docente, auxiliares e empresários).

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: