Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Janeiro 25, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Câmara de Idanha-a-Nova organizou Curso de Religiosidade Popular

Câmara de Idanha-a-Nova organizou Curso de Religiosidade Popular
José Lagiosa

A Câmara Municipal de Idanha-a-Nova promoveu, nos dias 12 e 13 de abril, o 6º Curso Livre sobre Religiosidade Popular, que debateu o tema “Ruralidade e Piedade Popular no Nosso Tempo” no Forum Cultural e acompanhou celebrações pascais no seu próprio território.

O evento incluiu também, no segundo dia, o XII Encontro de Cantares Quaresmais e Pascais, com a participação de vários grupos.

Na abertura do Curso Livre, que integra a agenda dos Mistérios da Páscoa em Idanha, o presidente da Câmara Municipal afirmou que o evento “é um bom momento para refletir e ir ao encontro de algumas das práticas que ocorrem por todo o nosso concelho e que envolvem as nossas gentes, sempre com muita fé e devoção”.

Em nome da autarquia, Armindo Jacinto agradeceu a todos os que têm contribuído, ano após ano, para a salvaguarda e promoção das celebrações quaresmais e pascais, em especial “as gentes de Idanha e da nossa diáspora que participam de forma informal ou através de instituições”.

No decurso de 90 dias, desde Quarta-Feira de Cinzas ao Domingo de Pentecostes, decorrem mais de 270 expressões de religiosidade popular no concelho de Idanha-a-Nova, um processo de boas práticas que está a fundamentar uma candidatura à UNESCO.

Armindo Jacinto e António Catana durante a abertura do Curso Livre

Ainda na abertura do Curso Livre, o investigador António Catana, coordenador do projeto Mistérios da Páscoa em Idanha, considerou que é “um estímulo muito grande verificar a ampla participação neste evento, frequentado por pessoas que querem conhecer as nossas tradições e honrar os guardiões e guardiãs desta riqueza popular”.

Ao longo de dois dias, o Curso Livre reuniu académicos, investigadores e outros interessados em conhecer mais sobre religiosidade popular no ciclo da Páscoa.

Comentar