Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Novembro 19, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Mutualista traz à Covilhã “Café Memória” da Alzheimer Portugal

Mutualista traz à Covilhã “Café Memória” da Alzheimer Portugal
José Lagiosa

A Mutualista Covilhanense, através do seu Gabinete de Apoio ao Familiar e Pessoa Doente de Alzheimer (GAFPDA), traz à Covilhã no próximo dia 9 de maio a iniciativa “Café Memória Faz-se à Estrada”, da Associação Alzheimer Portugal e Sonae Sierra, em parceria com a Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade da Beira Interior (UBI) e Município da Covilhã.

Esta iniciativa de âmbito nacional realizará duas sessões na cidade: uma na Biblioteca Municipal e outra na UBI.

“Café Memória Faz-se à Estrada” é um projeto itinerante que visa informar e sensibilizar sobre as demências, de forma descontraída e informal.

A sessão que terá lugar na Biblioteca decorrerá entre as 15h e as 17h e destina-se ao público em geral, enquanto a da UBI será na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas entre as 11h e as 13h, tendo essencialmente como público-alvo a comunidade académica, sobretudo os estudantes.

As sessões estarão subordinadas ao tema “Vamos falar sobre a doença de Alzheimer e outras demências”, prevendo o acolhimento individual dos participantes, uma dinâmica de grupo, uma apresentação sobre a temática e coffee break para promover o convívio entre todos.

A iniciativa conta com o apoio do Restaurante Bella Pasta, Paço 100 Pressa e Sogenave – Food Solutions.

Embora de participação gratuita, os interessados devem realizar inscrição prévia através do nº 275 310 870 ou do email gafpda.mutualistacovilhanense@gmail.com.

A nível nacional, o “Café Memória Faz-se à Estrada” tem como parceiros institucionais a Fundação Montepio, a Fundação Calouste Gulbenkian e o Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Católica Portuguesa.

Este projeto nasceu a partir de outro, o “Café Memória”, lançado em 2013, atualmente com 19 locais de encontro em todo o país e o contributo de mais de 60 entidades parceiras.

Através do “Café Memória Faz-se à Estrada”, o projeto tem vindo a percorrer as estradas de Portugal para chegar às populações que vivem fora dos grandes centros urbanos.

O “Café Memória” consiste numa intervenção comunitária na área das demências complementar à resposta técnica e destina-se a pessoas com problemas de memória ou demência, bem como aos seus familiares e cuidadores, concretizando-se com a criação de locais de encontro para partilha de informação, experiências e suporte mútuo, com o acompanhamento de profissionais de saúde ou ação social e voluntários.

Trata-se de um projeto que visa também contribuir para a melhoria da qualidade de vida e redução do isolamento social em que muitas destas pessoas e famílias se encontram e sensibilizar as comunidades locais para a relevância crescente do tema das demências, desconstruindo o estigma que lhe está associado.

As sessões itinerantes têm um formato idêntico às sessões do “Café Memória”.

A Mutualista Covilhanense tem ao longo dos últimos anos dedicado especial atenção à problemática das demências, através da implementação de vários projetos, como o “Mental Gym em Casa”, de estimulação cognitiva ao domicílio, ou o “No Horizonte das Demências”, galardoado em 2017 com um Prémio ao Valor Social da Fundação Cepsa –  que engloba o Gabinete de Apoio ao Familiar e Pessoa Doente de Alzheimer e a Sala Snoezelen, equipamentos que funcionam desde esse ano nas instalações da Associação e que estão abertos à comunidade em geral, com serviços gratuitos.

Comentar