Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Setembro 19, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Apenas 53% dos portugueses tem a Asma Controlada

Apenas 53% dos portugueses tem a Asma Controlada
José Lagiosa

Antecipação Dia Mundial da Asma na Sertã

Dos cerca de 695 mil portugueses com asma, pouco mais de metade tem a doença controlada.

Entre os que não controlam a doença, 88% pensam que sim.

 Para inverter esta tendência, no âmbito das comemorações do Dia Mundial da Asma, o Projeto CAPA – Cuidados Adequados à Pessoa com Asma organizou um evento de sensibilização à população, em antecipação.

Em antecipação ao Dia Mundial da Asma, que se assinala no dia 07 de maio, a Sertã vai receber, no próximo dia 04 de maio, um evento de sensibilização organizado pelo Projeto CAPA.

Com início às 10.00, esta iniciativa terá o envolvimento dos recursos de saúde locais.

Dirigido à população, terá lugar na Casa da Cultura da Sertã.

Programa:

1. Sessão de educação para a saúde na Casa da Cultura da Sertã

  • O que é a doença e o que é a Asma bem controlada
  • Role-play sobre cuidados adequados à pessoa com asma nos cuidados de saúde primários.
  • Divulgação de materiais educacionais

2. Evento de plantação de árvores na Sertã – símbolo de uma respiração saudável, em associação à semana em que se comemora o Dia Mundial da Asma e por ser um local que foi afetado pelos incêndios no ano de 2017.

«É nosso objetivo demonstrar que a asma pode ser controlada, explicar quais os recursos disponíveis e demonstrar importância da técnica inalatória», explicam os responsáveis pelo CAPA.

«O recurso a medicação de alívio de forma recorrente significa uma doença mal controlada e pode ser perigoso para o doente. A asma é uma doença crónica que pode ser controlada com o tratamento correto, vivendo o doente asmático sem sintomas, ou com sintomas mínimos. Obriga ao acompanhamento regular e ao cumprimento da medicação prescrita», acrescentam os mesmos responsáveis.

Para além deste evento de 4 de maio, o CAPA tem previstas outras iniciativas como formações para profissionais, produção e distribuição de materiais educativos, intervenção nas escolas e sessões dirigidas à população.

O CAPA é um movimento social dinamizado pelo GRESP/APMGF – Grupo de Respiratórias da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar que tem como parceiros a Associação Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC), a Associação Portuguesa de Medicina Interna (SPMI), a Associação Portuguesa de Pneumologia Pediátrica (SPP), a Associação Portuguesa de Pneumologia (SPP), a Associação Nacional de Farmácias (ANF), a Direcção Geral da Saúde (DGS), as Farmácias Holon, a Associação de Farmácias de Portugal (AFP), a Fundação Portuguesa do Pulmão (FPP), a Associação Portuguesa de Asmáticos de Portugal (APA) e a Associação dos Enfermeiros de Reabilitação – APER, bem como de outros enfermeiros com experiência nos Cuidados Primários e Hospitalares e Técnicos de Cardiopneumologia.

Entre outros objetivos, pretende consciencializar profissionais, doentes, cuidadores e associações para o correto diagnóstico, para o controlo e para o seguimento da Asma, e criar sinergias entre os grupos profissionais para a educação da doença e seu tratamento, através de ações conjuntas para profissionais de saúde, educação nas escolas, distribuição de informação e divulgação.

Comentar