Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Setembro 16, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Fim de semana de Arte Pública em Vila Nova da Barquinha de 17 a 19 de maio

Fim de semana de Arte Pública em Vila Nova da Barquinha de 17 a 19 de maio
José Lagiosa

Lançamento do Guia do Médio Tejo, uma exposição e um Instameet que percorrerá as 11 obras de arte pública do concelho

A Fundação EDP, a Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha e a plataforma cultural Gerador dinamizam, de 17 a 19 de maio, um fim de semana dedicado ao projeto ARTEJO.

No dia 18, às 17h, no auditório do Centro Cultural, será feito o lançamento do roteiro ARTEJO, uma publicação que dá a conhecer os artistas e as intervenções realizadas no município no âmbito do Projeto Arte Pública Fundação EDP.

Segue-se a inauguração da exposição que documenta também a realização do projeto no qual participaram os artistas Alexandre Farto (Vhils), Carlos Vicente, Manuel João Vieira e Violant, num total de 11 obras de arte pública executadas em Vila Nova da Barquinha, Atalaia, Praia do Ribatejo e Tancos.

Ambos os eventos contarão com a presença de representantes  do Município de Vila Nova da Barquinha e da Fundação EDP.

Nesta exposição é possível apreciar trabalhos de fotografia de Pérsio Basso e Carlos Vicente, vídeos de João Marques Alves e desenhos de Carlos Vicente e Violant.

O fim de semana inclui também a dinamização de um Instameet ao longo do qual quatro instagramers vão percorrer o Médio Tejo para darem a conhecer as obras do programa Arte Pública, iniciado em 2015.

Os instagramers são ainda convidados a descobrir a cultura local, com momentos dedicados à gastronomia e a ofícios como a escultura, o figurinismo e a cerâmica.

A Fundação EDP e o Gerador convidaram dois instagramers para fazer parte deste Instameet: o @tozzzze e a @madmenezes.

A estes convidados juntam-se ainda os instagramers vencedores do passatempo que decorreu no Instagram @artepublicafundacaoedp.

O Programa Arte Pública Fundação EDP utiliza intervenções artísticas em espaço público como instrumento de inclusão social.

Orientado para territórios de baixa densidade populacional em Portugal, promove o acesso à arte e o envolvimento da população local em novas experiências culturais.

Atualmente, o programa já criou mais de 80 obras e marca presença em Trás-os-Montes, Alto Alentejo, Ribatejo, Médio Tejo e Algarve, contando com o apoio da EDP Distribuição.

O Programa Arte Pública está agora a ser alargado também ao Minho (Braga) e à Beira Baixa (Fundão).

No calendário dos 11 Instameets Arte Pública Fundação EDP agendados em 2019, seguem-se encontros em Braga (06 a 08 de setembro) e Fundão (11 a 13 de outubro).

Comentar