Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Outubro 15, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Mais de sete centenas participaram em semana dedicada à Orientação em Penamacor

Mais de sete centenas participaram em semana dedicada à Orientação em Penamacor
José Lagiosa

Mais de sete centenas de pessoas participaram na semana que pretendeu assinalar o Dia Mundial da Orientação – WOD (sigla em inglês), em Penamacor. O dia é assinalado a 15 de maio e, até ao dia 21, decorreram inúmeras atividades desta modalidade no concelho

Penamacor assinalou o WOD – World Oriennteering Day, numa organização conjunta entre a Câmara Municipal, a Junta de Freguesia, o Clube de Orientação do Centro e o Agrupamento de Escolas Ribeiro Sanches.

No total, 731 pessoas participaram nas atividades, que decorreram entre 15 e 21 de maio.

A iniciativa, que é assinalada em todo o mundo, pretende proporcionar às comunidades escolares e população em geral da região da Beira Baixa e zona transfronteiriça, uma experiência única através da mobilidade orientada para a descoberta, observação e sensação.

Esta atividade arrancou no dia 15 com o Orifamily, com um percurso dedicado ao Dia Internacional da Família que decorreu no Jardim da República e pela vila de Penamacor.

Já no dia 16, foi a vez do Orilab, também no Jardim da República, num trajeto realizado em ambiente de labirinto.

No dia 17, decorreu o Orinight , com a rota Despertar dos Sentidos, iniciativa que pretendeu ser pioneira ao nível cultural e surpreender os participantes ao longo do percurso, que arrancou junto ao Pavilhão Municipal e terminou na Torre de Menagem, no Castelo de Penamacor.

Durante a atividade, os caminhantes foram surpreendidos por encenações teatrais e, para terminar, animação com fogo, um chá da meia noite e um concerto no Cimo de Vila.

Já no dia 20, o Orimar, que decorreu na sede do Agrupamento de Escolas Ribeiro Sanches, assinalou o dia do Mar e da Marinha, com uma homenagem a Vasco da Gama e à descoberta do caminho marítimo para a Índia e, no dia 21 de maio, o Oriform, também no Agrupamento de Escolas Ribeiro Sanches, teve como pontos uma associação de formas e de cores.

De referir que, nos dias 15, 16 e 20 de maio, no âmbito do Dia Internacional da Família, foram realizados questionários anónimos aos jovens participantes, no contexto da orientação e adaptados a várias fixas etárias, com o objetivo destes refletirem sobre temáticas relacionadas com a família.

No primeiro ciclo a temática foi as regras e limites e tipos de família, nos segundo e terceiro ciclos o tema foi a violência na família, os papéis na família e as relações familiares e, ao nível do ensino secundário, a temática esteve relacionada com a representação da família e a autonomia e independência dos jovens.

Esta semana dedicada à Orientação pretende proporcionar diversas atividades de mobilidade, tendo como base os princípios do desporto de orientação, sendo que os pontos a usar nos desafios e percursos são elementos do património natural e arquitetónico do território.

O objetivo é o de dar a conhecer o território de Penamacor de uma forma didática, mostrando aos participantes estes pontos de interesse do concelho, através de sete mapas distintos.

Caminhadas Solidárias em Pedrógão de São Pedro e na Vila de Penamacor

Além destas atividades, decorrerem duas caminhadas solidárias.

No dia 18, decorreu o Oriplan, que arrancou no Centro de Dia, em Pedrógão de São Pedro, e que foi dedicado ao Dia Internacional do Fascínio das Plantas.

Esta atividade teve cariz solidário e terminou com um almoço naquela localidade, cujas receitas reverteram para a Liga dos Amigos de Pedrógão de São Pedro.

Esta foi a sexta edição da iniciativa, tendo tido 120 participantes.

Já no dia 19 de maio, o Orilife arrancou do Santo Cristo e terminou na Praça Vila Madeiro, numa atividade dedicada à Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC).

O Município de Penamacor voltou a associar-se a esta caminhada solidária proposta pelo Grupo de Voluntariado Comunitário do Concelho de Penamacor e cujos fundos reverteram para a LPCC.

O objetivo foi o de sensibilizar a população para a adoção de estilos de vida saudáveis, como forma de prevenção da saúde e do cancro, além de divulgar o trabalho efetuado pela organização.

Comentar