Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Setembro 16, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Ródão assinalou o Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância

Ródão assinalou o Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância
José Lagiosa

Em abril, a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Vila Velha de Ródão e o Gabinete de Ação Social do Município, em colaboração com o Agrupamento de Escolas de Vila Velha de Ródão, assinalaram o  Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância com uma série de atividades que envolveram as crianças e jovens e a comunidade em geral.

No dia 24, as crianças do Jardim de Infância e, no dia 30, os alunos do 1.º ciclo formaram o Laço Azul humano.

O Laço Azul é uma ação que procura sensibilizar para a problemática dos maus tratos na infância, despertando consciências e apelando à promoção e proteção dos direitos das crianças.

Esta campanha iniciou-se em 1989, na Virgínia, EUA, quando um avó amarrou uma fita azul à antena do seu carro, como forma de lembrar os seus dois netos que faleceram devido aos maus tratos que sofreram.

Em Ródão, a campanha foi ainda marcada pela distribuição à população de laços azuis e flyers explicativos da história do Laço Azul, pela colocação de laços gigantes nos principais edifícios públicos da vila e pela iluminação do edifício da Câmara Municipal com luz azul.

Aproveitando o momento das férias da Páscoa, gravou-se com as crianças, no dia 9 de abril, a declamação do poema “O Direito das Crianças”, de Ruth Rocha, e algumas frases de diferentes autores.

No dia 17 de abril, pelas 17h30, realizou-se na Biblioteca Municipal José Baptista Martins uma ação de sensibilização sobre a violência e maus tratos a crianças e jovens, contando com a presença do NAV – Núcleo de Apoio à Vítima da Associação Amato Lusitano e a Escola Segura da Guarda Nacional Republicana.

A CPCJ de Vila Velha de Ródão e o Gabinete de Ação Social do Município consideram que todas as atividades desenvolvidas foram de extrema importância para a sensibilização da temática dos maus tratos praticados contra as crianças e jovens.

Comentar