21.1 C
Castelo Branco
Quarta-feira, Maio 18, 2022
No menu items!
InícioInternacionalEquipa do IPCB premiada no RoboCup@Home Education

Equipa do IPCB premiada no RoboCup@Home Education

A equipa formada por Paulo Gonçalves, docente da Escola Superior de Tecnologia do IPCB, e pelos engenheiros industriais Bernardo Lourenço e Samuel Santos participou no evento European RoboCup@Home Education Challenge 2019, realizado em Trieste, Itália, entre os dias 23 e 26 de maio, com um robô desenvolvido no âmbito do projeto EuroAGE, no qual são investigadores.

A equipa IPCB@Home esteve presente pela primeira vez no evento, que visa preparar as equipas para os campeonatos internacionais de Robótica, RoboCup, tendo obtido o segundo lugar na competição OPEN, ganha pela Universidade Rei Juan Carlos de Espanha.

A equipa do IPCB recebeu ainda um prémio especial do júri pelo desenvolvimento do robô, tendo sido a única que se apresentou com um robô totalmente desenvolvido pelos próprios.

As restantes equipas, provenientes de Itália, Áustria, Espanha, Portugal, Hungria e México, utilizaram plataformas robóticas comerciais.

Este evento visa a promoção do desenvolvimento de robôs para casas de humanos e realização de diversas tarefas de interação com os mesmos.

Durante os dias do evento, todas as equipas terminaram o desenvolvimento dos robôs, para que fosse possível colocar em funcionamento as diversas funcionalidades nos mesmos.

Os robôs evoluíram num cenário similar ao de uma casa com 4 divisões, com várias tarefas implementadas no robô, quer durante o evento, quer nas semanas anteriores de preparação.

Salienta-se a tarefa de ajudar o humano a transportar objetos na casa, que tornou necessária a implementação, entre outras, as seguintes funcionalidades: enviar comandos de voz para o robô, por exemplo para ir do quarto para a sala, de forma completamente autónoma.

Para tal foi realizado o mapa do apartamento, para assim aumentar o conhecimento do robô acerca do seu espaço circundante; colocar questões ao robô, que teria de responder, de acordo com o seu conhecimento; reconhecer um determinado humano no apartamento e ir de encontro a ele; reconhecer objetos no apartamento, por exemplo bolas e peluches; identificar um humano na casa e segui-lo no seu movimento.

Todas estas funcionalidades são realizadas autonomamente pelo robô, em consequência do solicitado pelo humano.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: