Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Outubro 18, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

96 Poemas de Eugénio de Andrade em Castelo Branco

96 Poemas de Eugénio de Andrade em Castelo Branco
José Lagiosa

A Alma Azul vai promover a Leitura de 96 poemas de Eugénio de Andrade, na cidade de Castelo Branco, no próximo domingo, dia 16, das 11 às 14 horas.

A iniciativa integra o Programa 20 Anos Alma Azul e vai visitar lugares públicos albicastrenses, como o Parque da Cidade, onde junto à Fonte Manuel Cargaleiro e à sombra da Mata dos Loureiros, inicia a Leitura de 96 Poemas de Eugénio de Andrade.

A Leitura prossegue por cafés e restaurantes da cidade, com visita à Rua de Santa Maria, onde a Alma Azul animou um Espaço Cultural durante anos, prosseguindo pela Avenida 1.º de Maio até às Tílias.

Eugénio de Andrade

Leituras também no Centro Cívico e na Av. Nuno Álvares, encerrando a sessão junto às Estações Rodoviária e Ferroviária de Castelo Branco.

No dia 13 de junho, às 16 horas, as Leituras realizam-se durante a Conversa Comunitária, no Espaço Biblos, no Fundão, em que Eugénio de Andrade será recordado juntamente com o poeta Al Berto.

Recordamos que Al Berto faleceu no dia 13 de junho de 1997, e Eugénio de Andrade no mesmo dia e mês, mas no ano de 2005.

No Espaço Biblos serão lidos os poemas que Eugénio de Andrade dedicou à morte de Jorge de Sena, Carlos Oliveira, Luís Miguel Nava, Mário Botas e Ruy Belo; e parte significativa do livro “Horto de Incêndio”, de Al Berto, um verdadeiro Requiem, publicado em 1996, quando o autor de “O Medo” já se encontrava gravemente doente.

Comentar