Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Julho 21, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Mundial de Orientação de Precisão em Idanha com 164 atletas de 25 países

Mundial de Orientação de Precisão em Idanha com 164 atletas de 25 países
José Lagiosa

O Campeonato do Mundo de Orientação de Precisão (WTOC’19), uma vertente inclusiva da Orientação, está a decorrer de 23 a 29 de junho em Idanha-a-Nova, com a participação de 25 países e um total de 164 atletas.

A modalidade distingue-se por meter em plano de igualdade atletas com mobilidade normal e com mobilidade reduzida, em provas que priorizam a destreza cognitiva em detrimento da capacidade de locomoção.

Uma equipa italiana

A organização está a cargo da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova e da Federação Portuguesa de Orientação, com o alto patrocínio da Federação Internacional de Orientação que atribuiu este evento de topo a Portugal e a Idanha-a-Nova.

Na cerimónia de abertura, Armindo Jacinto, presidente da Câmara de Idanha-a-Nova, deu as boas-vindas a todos os participantes.

O autarca desejou que o Mundial de Orientação de Precisão seja uma grande celebração do desporto, enquanto atividade abrangente e inclusiva, mas também de afirmação de Idanha como destino internacional de desporto na natureza.

Nesse sentido, Armindo Jacinto apresentou as principais distinções do território de Idanha-a-Nova, que detém três selos da UNESCO que os atletas vão poder descobrir e apreciar durante a semana.

Na abertura do evento também o presidente da Federação Portuguesa de Orientação, António Amador, mostrou-se convicto de que esta será uma grande competição.

Portugal, Estados Unidos, Inglaterra, Rússia, Alemanha, Japão, Espanha, Brasil, Dinamarca, Hong Kong, Itália, Suécia ou Croácia são alguns dos países que trouxeram a Idanha-a-Nova os seus principais atletas.

Não faltou a presença nacional

As provas decorrem na zona de Monsanto, por terrenos que já valeram a esta aldeia histórica o prémio de Melhor Percurso Mundial de Orientação, devido à sua qualidade técnica e beleza paisagística.

O Campeonato do Mundo de Orientação de Precisão (WTOC’19) é cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional FEDER através do Programa Interreg V-A España-Portugal (POCTEP) 2014-2020. As opiniões são da exclusiva responsabilidade dos respetivos autores.

Comentar