Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Dezembro 11, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Turismo no Centro de Portugal com subida significativa em maio

Turismo no Centro de Portugal com subida significativa em maio
José Lagiosa
Pub

Dormidas na região aumentaram 7,31% entre maio de 2018 e o mesmo mês de 2019 – quase o dobro da subida média nacional

A atividade turística no Centro de Portugal continua a crescer a bom ritmo, o que deixa antever mais um ano francamente positivo para o setor nesta região.

Dados preliminares revelados hoje pelo INE, relativos ao mês de maio de 2019, confirmam a tendência de crescimento já expressa nos meses anteriores.

No total de hóspedes, o mês de maio de 2019, em comparação com o de maio de 2018, registou um aumento percentual de 7,76%: tinham sido 361.211 em maio de 2018 e foram 389.230 no mesmo mês de 2019: mais 28.019 hóspedes nos estabelecimentos hoteleiros da região.

Contabilizando o total de hóspedes entre janeiro e maio de 2019, estes subiram 4,99% em relação ao mesmo período de 2018 (e 10,00% em relação a janeiro-maio de 2017).

Já no número de dormidas, o Centro de Portugal cresceu 7,31% – quase o dobro da média nacional, que cresceu 3,94%.

Em maio de 2018 tinham-se registado 590.583 dormidas na região, em maio de 2019 foram 633.744.

De notar que o crescimento da procura é idêntico entre visitantes nacionais e estrangeiros.

As dormidas de turistas estrangeiros aumentaram 8,02%, de 300.860 em maio de 2018 para 324.977 no mesmo mês de 2019; já as dormidas dos turistas nacionais subiram 6,57% na comparação entre os dois meses, de 289.723 para 308.767.

Analisando o total de dormidas, entre janeiro e maio, estas subiram 4,52% em relação ao mesmo período de 2018 (e 8,38% em relação ao mesmo período de 2017).

É de realçar, ainda, dois dados particularmente relevantes.

Por um lado, os proveitos, da atividade hoteleira que, entre maio de 2018 e maio de 2019, subiram de forma muito significativa, de 28,97 milhões de euros para 31,71 milhões (mais 9,48%).

São mais quase três milhões de euros que as unidades hoteleiras do Centro de Portugal ganharam no quinto mês do ano.

Por outro, o rendimento médio por quarto disponível registou também um assinalável crescimento, de 24,2 euros para 25,5 euros: mais 1,3 euros.

Comentar