Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Março 28, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Candidatos do PS por Castelo Branco visitam Idanha

Candidatos do PS por Castelo Branco visitam Idanha
José Lagiosa

Os candidatos a deputados pelo Partido Socialista do círculo eleitoral de Castelo Branco às eleições legislativas do próximo dia 6 de outubro, Hortense Martins, Nuno Fazenda e João Martinho Marques, em visita ao concelho de Idanha-a-Nova, tiveram a oportunidade de conhecer de perto o COLAB, tendo sido recebidos pelo presidente da Câmara deste Município, Armindo Jacinto, por João Dionísio, presidente da concelhia do PS de Idanha-a-Nova, pela direção da Escola Superior de Gestão de Idanha-a-Nova do IPCB, um dos parceiros do COLAB, e pela BGI, promotora principal deste Laboratório Colaborativo, denominado FoodLAB, sediado em Idanha-a-Nova.

Gonçalo Amorim, diretor executivo da empresa BGI – Building Global Innovators, apresentou aos candidatos a estratégia de inovação e investigação ‘FoodLAB’, que está em fase de implementação e que constitui um dos pilares mais estruturantes para o desenvolvimento sustentável do concelho de Idanha-a-Nova.

Este Laboratório Colaborativo, aprovado pela FCT, de acordo com a estratégia implementada por este Governo, irá ser desenvolvido com o recurso à criação de mão de obra especializada, à fixação de talento em Idanha-a-Nova nas áreas de produção de alimentos de forma sustentável, promovendo a economia circular e os circuitos curtos de produção e comercialização.

O presidente da Câmara, Armindo Jacinto, fez questão de sublinhar junto dos candidatos que este é umainiciativa fundamental para Idanha-a-Nova, na sequência da diferenciação que tem implementado enquanto Bio-Região.

Ao mesmo tempo, este projeto também vem complementar o papel que a Escola Superior de Gestão de Idanha-a-Nova tem desempenhado com sucesso, ao trazer anualmente estudantes nacionais e internacionais, fixando saber no concelho e na região, fundamental para a criação de riqueza e emprego.

Por outro lado, e em complemento às declarações de Sara Brito Filipe, diretora da ESGIN, que referiu o papel fundamental da Escola como entidade autónoma do IPCB sediada em Idanha-a-Nova, no desenvolvimento de iniciativas diferenciadoras como o COLAB FoodLAB, Armindo Jacinto referiu que também o apoio financeiro e institucional à ESGIN faz parte da estratégia para contrariar com firmeza o despovoamento, sendo fundamental a sua existência ao longo destes anos nesta localidade.

Armindo Jacinto alertou os candidatos do PS para a necessidade do Estado Central e todos os atores regionais e nacionais manterem e reforçarem estruturas e serviços públicos, como esta Escola Superior em Idanha-a-Nova, com todas as suas valências e autonomia, reforçando até as suas competências.

A eventual perda de autonomia e/ou redução da sua atividade em Idanha-a-Nova seria absolutamente contraditória com a política de desenvolvimento do Interior e descentralização dos serviços do Estado para estas regiões de Muita Baixa Densidade, que este Governo de António Costa tem implementado e que a Câmara Municipal de Idanha-a-Nova tem prosseguido.

Neste contexto, Sara Brito anunciou o “crescimento superior a 20% de novos alunos nacionais e o crescimento para o dobro de novos alunos internacionais, mais de 100 estudantes, este ano letivo, oriundos de vários países”.

Hortense Martins congratulou-se com a estratégia que o presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova está a implementar para contrariar as assimetrias regionais e aumentar a sua competitividade territorial, declarando que está de acordo com esta estratégia e registando com muito agrado o aumento significativo de alunos da ESGIN (dos quais cerca de 30% são Estudantes Internacionais), comparativamente ao ano letivo passado, referindo que enquanto deputada tem defendido continuamente e continuará a defender a região no Parlamento e junto da Administração Central.

Após assistirem à apresentação do projeto ‘FoodLAB’ e visitarem a ESGIN, os candidatos visitaram também a Unidade de Cuidados Continuados de Idanha-a-Nova, uma instituição de referência na região e no país pela qualidade dos serviços que presta aos seus utentes.

Comentar