Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Novembro 12, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Exposição “Ver com Outros Olhos” inaugurada na Casa do Arco do Bispo em Castelo Branco

Exposição “Ver com Outros Olhos” inaugurada na Casa do Arco do Bispo em Castelo Branco
José Lagiosa

Foi inaugurada em Castelo Branco, na Casa do Arco do Bispo, no final da tarde da última sexta feira, dia 25, a exposição “Ver com Outros Olhos” numa parceria entre a Junta de Freguesia albicastrense e o Movimento  de Expressão Fotográfica (MEF).

A exposição “Ver com Outros Olhos” é o resultado do projeto “Imagine Conceptuale”, realizado pelo MEF, que se propôs trabalhar com uma população supostamente arredada dos corredores da arte.

A imagem através da fotografia aliada a tecnologia informática permite às pessoas invisuais “visualizar” as imagens

A ideia era levar a produção artística, o contacto com a arte e a aprendizagem sobre alguns movimentos estéticos relevantes, a um grupo de pessoas com maior dificuldade no acesso às imagens.

O trabalho foi desenvolvido com pessoas cegas congénitas, com cegueira adquirida e com baixa visão, ao mesmo tempo que se estabeleciam parcerias com instituições ligadas à deficiência visual.

Esta exposição é o culminar de três anos de intervenção no terreno, com base num conjunto de parcerias, que possibilitaram a constituição de grupos e a escolha dos períodos estéticos a abordar.

Ao fim de três anos e após três fases o resultado é aquele que os albicastrenses, têm agora a possibilidade de constatar e apreciar.

Depois de Viana do Castelo e da Gulbenkian, é chegada a vez de Castelo Branco.

“Ver” o que não se consegue habitualmente usando a tenologia e outros sentidos

Na ocasião Leopoldo Rodrigues, presidente da Junta de Freguesia agradeceu à organização e associações que participaram no projeto realçando que “em pouco tempo temos duas exposições que apelam à inclusão”.

A exposição vai estar patente até ao dia 17 de Novembro, de 2ª a 6ª feira das 10 às 12h30 e ao sábado das 10 à 13 horas, com entrada gratuita.

Comentar