Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Outubro 19, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Exposição”Santoral e liturgia templárias à roda do ano” em V.N. da Barquinha

Exposição”Santoral e liturgia templárias à roda do ano” em V.N. da Barquinha
José Lagiosa

O Centro de Interpretação Templário Almourol, em Vila Nova da Barquinha, inaugura, no dia 11 de Outubro, às 18h30, a Exposição  “Santoral e liturgia templárias à roda do ano”, com a curadoria de Manuel J. Gandra.

Que Portugal tome consciência de si mesmo. Que rejeite os elementos estranhos. Ponha de parte Roma e a sua religião. Entregue-se à sua própria alma. Nela encontrará a tradição dos romances de cavalaria, onde passa, próxima ou remota, a Tradição Secreta do Cristianismo, a Sucessão Super-Apostólica, a Demanda do Santo Graal. Todas essas coisas, necessariamente dadas em mistério, representam a verdade íntima da alma, a conversação com os símbolos, […].Quebremos com Roma. […]. Não precisamos dos sete montes de Roma: também aqui, em Lisboa, temos sete montes. Edifiquemos sobre estes a nossa Igreja. Deixemo-nos de importar Deus […],  FERNANDO PESSOA, (in Sobre Portugal – Introdução ao Problema Nacional, Lisboa, 1979, p. 5

Recorde-se que o Centro de Interpretação Templário Almourol é o primeiro do género em Portugal.

Dispõe de uma sala de exposição permanente, espaço de exposições temporárias e de umasala de projeção de filmes sobre a temática dos templários.

No mesmo edifício funciona também a Biblioteca – Arquivo Templário, que dispõe de um vasto acervo literário dedicado a este tema, fruto das doações de Teresa Furtado e de Manuel J. Gandra.

Comentar