Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Fevereiro 26, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Trilho Internacional dos Apalaches com inscrições até dia 10

Trilho Internacional dos Apalaches com inscrições até dia 10
José Lagiosa

As inscrições para o passeio pedestre Trilho Internacional dos Apalaches (Grande Rota Muradal-Pangeia, decorrem até 10 de Outubro.

A inscrição tem o valor de 10 euros e inclui almoço, reforço alimentar, brinde, recriação histórica e transporte de regresso ao Estreito.

Os interessados deverão inscrever-se através de um dos seguintes contactos: Associação Clube Raia Aventura (962765105), Piscinas Municipais de Oleiros (272681062), Posto de Turismo de Oleiros (272707339), Junta de Freguesia Estreito-Vilar Barroco (272654670).

A organização está a cargo da Associação Clube Raia Aventura, com o apoio do Município de Oleiros, das Juntas de Freguesia de Estreito-Vilar Barroco, Orvalho e Sarnadas de S. Simão e ainda das Associações Trilhos do Estreito e Os Cucos do Vilar Barroco.

No dia 13, os participantes devem deslocar-se em transporte próprio até ao local do Secretariado, na Junta de Freguesia Estreito-Vilar Barroco, pelas 08h00.

Às 09h00 o passeio arranca, partindo do recinto de festas, com a primeira paragem prevista para os 5.5 Km do percurso, onde existirá um reforço alimentar e recriação histórica pela companhia de teatro Viv’Arte.

No final dos 12,6 Km de dificuldade média/alta, será servido o almoço no Vilar Barroco.

O Município assegura transporte a todos os caminheiros de volta ao ponto de partida.

Desde março de 2015 que Portugal tem um dos Trilhos Internacionais dos Apalaches, “o maior trilho de pegadas humanas do mundo”, visitado anualmente por 4 milhões de pessoas e considerado um dos ícones mundiais do pedestrianismo. 

Situado no continente americano, o IAT (International Apalachian Trail) original tem 3.500 km e atravessa a cordilheira montanhosa dos Apalaches, no sentido do seu comprimento, passando por 14 estados dos EUA.

O percurso português situa-se em Oleiros, na Serra do Muradal e consiste numa Grande Rota, com cerca de 37 km. 

O seu nome “Grande Rota Muradal-Pangeia”, faz alusão à emblemática montanha quartzítica onde se desenvolve, mas também ao continente que existiu há 200 milhões de anos, e que reunia todos os continentes que existem atualmente e consequentemente, a região do Maciço Ibérico.

onhecida oficialmente, como GR 38 – Grande Rota Muradal Pangeia, “o trilho português dos Apalaches”, consiste numa aproximação entre o continente americano e o europeu e é uma das maiores atrações turísticas da região.

Comentar