Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Maio 27, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Vinhos e Licores ‘aquecem’ o outono em São Miguel de Acha

Vinhos e Licores ‘aquecem’ o outono em São Miguel de Acha
José Lagiosa

O IX Festival de Vinhos e Licores, que decorreu no passado fim de semana (19 e 20 de outubro) em São Miguel de Acha, seduziu os visitantes com os melhores néctares da região e do país.

Com a organização do evento, o Município de Idanha-a-Nova e a Junta de Freguesia de São Miguel de Acha promoveram com sucesso os irresistíveis vinhos, licores e demais produtos da Bio-Região de Idanha-a-Nova, um território fértil em sabores, saberes e inovação.

Armindo Jacinto esteve presente na inauguração

“O Festival de Vinhos e Licores, na sua 9ª edição, faz parte do ciclo de festivais temáticos que organizamos ao longo do ano para promover os nossos produtos e produtores, a nossa gastronomia, o nosso artesanato e a cultura das nossas populações, que têm aqui oportunidade para mostrar o seu talento e fazer negócio”, afirmou na abertura o presidente da Câmara de Idanha-a-Nova, Armindo Jacinto.

O autarca sublinha que “os festivais temáticos são um investimento importante na dinamização económica e social do concelho de Idanha-a-Nova, que é hoje um Território UNESCO reconhecido a nível nacional e internacional”.

No caso particular dos vinhos e licores, “o nosso concelho faz parte da Região Demarcada da Beira Interior, uma das melhores regiões vinícolas em Portugal “, lembra Armindo Jacinto.

Os irresistíveis vinhos, licores e demais produtos da Bio-Região de Idanha-a-Nova

Em representação de São Miguel de Acha, o presidente da Junta de Freguesia, Jorge Jóia, realça que “os vinhos e licores fazem parte da tradição e da cultura local. Temos muitos licores e vinhos na nossa freguesia, maioritariamente caseiros, mas também já há marcas no mercado que são uma mais-valia para o desenvolvimento de São Miguel de Acha”.

No sábado, a abertura do Festival foi ‘abençoada’ com as primeiras chuvas do Outono e logo a seguir e durante o domingo, o recinto aqueceu com o regresso do sol, muita animação, gastronomia e a música de Idanha-a-Nova – Cidade Criativa da Música da UNESCO.

Comentar