9.1 C
Castelo Branco
Domingo, Abril 18, 2021
No menu items!
Início Nacional Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão aprova orçamento de 10,5 milhões...

Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão aprova orçamento de 10,5 milhões para 2020

A Câmara Municipal de Vila Vela de Ródão aprovou um orçamento de 10 565 000 € para 2020, um valor que representa um aumento de 3,38% face ao ano anterior.

Para esta variação positiva contribui essencialmente a previsão de aumento da receita ao nível das transferências de capital, decorrentes dos projetos da Loja do Cidadão, da Valorização do Centro de Interpretação da Arte Rupestre do Vale do Tejo e da zona balnear da Foz do Cobrão.

A proposta de orçamento foi aprovada por maioria na reunião ordinária da Câmara Municipal de 31 de outubro, onde contou com a abstenção do vereador da Coligação Novo Rumo, Carlos Faria, tendo agora de ser submetida a aprovação da Assembleia Municipal.

O orçamento municipal para 2020 cumpre a regra do equilíbrio orçamental, verificando-se que a receita corrente bruta (7 990 000€) é superior à despesa corrente (7 160 000€), acrescida das amortizações médias dos empréstimos (6 470€), originando desta forma uma poupança corrente no valor de 823 530€.

“À semelhança dos anos anteriores, foram cumpridos integralmente os limites ao endividamento e apostou-se numa gestão orçamental responsável e disciplinada, o que permitiu uma redução da dívida e a libertação de recursos para investimento, mesmo que num quadro de redução dos quadros comunitário”, explica o presidente da Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão, Luís Pereira.

Edifício da C.M. de Vila Velha de Ródão

Assim, o Plano Plurianual de Investimentos (PPI) do município para 2020 comtempla um montante de 3405000 €, verificando-se um aumento do 0,15% face ao ano anterior.

Deste valor, 33,74% (1 148995 €) são dedicados à rúbrica Habitação e Serviços Coletivos, a qual inclui a verba necessária à conclusão da obra de construção dos 18 fogos habitacionais, na Quinta da Torre Velha, em Vila Velha de Ródão, que se prevê que esteja concluída no próximo ano. Esta rúbrica da despesa contempla ainda verba para a realização de obras de reabilitação de imóveis para disponibilização no mercado de venda/ arrendamento, dando assim continuidade à política de fixação de população no concelho, impelida pelo executivo desde o início do mandato.

O PPI para 2020 destina um valor de 270 000 € para a concretização do projeto de valorização da zona balnear da Foz do Cobrão (2.º fase), cujas obras arrancaram em outubro, e uma verba de 615 500 € para o arranque das obras de remodelação e ampliação do Centro de Interpretação da Arte Rupestre do Vale do Tejo, mas que se traduz num investimento global de 1 095 500€, a concretizar num período de três anos.

Esta intervenção pretende tornar aquele espaço museológico mais contemporâneo, atual e funcional e valorizar a riqueza patrimonial que constitui o Complexo de Arte Rupestre do Vale do Tejo.

O PPI contempla ainda uma verba de 31.100 € para a instalação de uma Loja do Cidadão, num edifício pertença do Município, que deverá acolher os serviços do Instituto dos Registo e Notariado, do Instituto da Segurança Social, da Autoridade Tributária e um Espaço Cidadão e destina 250 000 € para a requalificação da sede do Agrupamento de Escolas de Vila Velha de Ródão, um equipamento construído na década de 80 e que necessita de intervenções urgentes em toda a infraestrutura.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: