Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Fevereiro 24, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Beira Baixa: Experiência do Azeite recebe mais de uma dúzia de meios de comunicação social

Beira Baixa: Experiência do Azeite recebe mais de uma dúzia de meios de comunicação social
José Lagiosa

Na Beira Baixa o fim de semana voltou a ser de partilha, confraternização e divulgação dos tesouros que aqui estão guardados à vista de todos.

Desta vez, o azeite foi o protagonista.

Mais de uma dúzia de jornalistas e bloggers, portugueses e espanhóis, viram com os próprios olhos e provaram o melhor néctar de azeitonas do mundo.

O lagar móvel na Quinta da Nora/Proença-a-Velha e a Cooperativa CoopAgrool – SAIPOL/Ladoeiro abriram as portas para receber a comunicação social.

No Lagar de varas em Vila Velha de Ródão

Os visitantes puderam ver como é feita a moagem da azeitona.

Antes, contudo, conheceram o olival da Real Idanha/Azeite Egitânea, em Idanha-a-Velha, experimentando a apanha da azeitona.

No fim, fizeram uma prova orientada de azeite, que lhes permitiu compreender as propriedades organoléticas do azeite.

Os participantes tiveram ainda oportunidade de participar em iniciativas culturais dinamizadas pela Câmara Municipal de Idanha-a-Nova onde se destaca o concerto “Fora do Lugar” na Antiga Sé de Idanha-a-Velha.

Além disso, foi promovida pelo município uma Manhã Micológica em Penha Garcia – um atelier de cultura e gastronomia – com a orientação do Eng. Gravito Henriques sobre os cogumelos silvestres.

Uma vez mais a trilogia – Gastronomia, Cultura e Natureza – esteve presente numa ação de divulgação do azeite da Beira Baixa. 

Os jornalistas do Público, das revistas Sábado e Vinhos, da Capital Noroeste e os blogs “Amar Viajar Pestiscar”, “Viagens à Solta”, “Petiscos Galegos”, entre outros, além de outra dúzia de participantes vindos de todo o país vencedores de passatempos realizados pela Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa (CIMBB), testemunharam o bem que se pode estar na Beira Baixa.

O Azeite da Beira Baixa – DOP é um azeite delicado, com acidez igual ou inferior a 2%, e de qualidade superior (azeite Virgem e azeite Virgem Extra), sendo produzido a partir das variedades autóctones da região da Beira Baixa: Galega, mas também Bical Castelo Branco e Cordovil.

Apresenta uma coloração entre o amarelo e o amarelo claro levemente esverdeados, com aroma frutado de azeitona predominantemente madura e sabor aveludado e persistente, com leves sensações de picante.

A experiência do azeite faz parte da estratégia delineada para a Beira Baixa, pela CIMBB como destino de “short break”.

Uma escapadinha de 3 dias com a família pelo centro do país.

O coração da Península Ibérica. Castelo Branco, Idanha-a-Nova, Oleiros, Penamacor, Proença-a-Nova e Vila Velha de Rodão formam a sub-região da Beira Baixa – uma terra de excelência.

Azeite

“Beira Baixa. 3 Dias, 3 Experiências” é um convite para uma tríade de experiências, da gastronomia à cultura, passando pela imprescindível natureza.

À mesma distância de Porto, Lisboa e Madrid, a Beira Baixa é mais que o coração de Portugal, é o coração da Península Ibérica.

Excelentes estradas ligam-nos ao mundo, os comboios facilitam a vida daqueles que têm uma visão mais desprendida e ecológica da vida.

Basta um “short-break” de 3 dias para poder viver a Beira Baixa e sentir o pulsar do coração da Península Ibérica.

“Beira Baixa: 3 Dias. 3 Experiências” é um programa cofinanciado pelo Centro2020, Portugal2020 e União Europeia através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Comentar