Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Dezembro 11, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Laboratório de Polícia Científica vai ser remodelado

Laboratório de Polícia Científica vai ser remodelado
José Lagiosa

O IGFEJ – Instituto de Gestão Financeira e Equipamentos da Justiça assinou ontem, na sede da Polícia Judiciária, em Lisboa, o auto de consignação da empreitada de reinstalação do Laboratório de Polícia Científica.

A unidade vai receber novos equipamentos e ser alvo de uma redistribuição do espaço para melhorar as suas funcionalidades.

A obra, que tem por objetivo a melhoria da resposta pericial por parte da Polícia Judiciária (PJ), nas valências laboratoriais, representa um investimento aproximado de 700 mil euros.

Para o efeito, contempla a redistribuição dos espaços, de forma a assegurar uma melhor funcionalidade da unidade, e a instalação de novos equipamentos, com novas especificações e novos métodos de análise, tendo em vista a progressão tecnológica e as novas metodologias periciais, mas também uma solução mais ecológica e com menor impacto no edifício.

O prazo de execução da empreitada é de 120 dias, prevendo-se que esteja concluída no final do primeiro trimestre de 2020.

Sessão de assinatura da consignação da empreitada de reinstalação do Laboratório de Polícia Científica

Na sessão de assinatura do auto de consignação da empreitada, estiveram presentes Joaquim Carlos Pinto Rodrigues, presidente do IGFEJ, Luís Neves, diretor nacional da Polícia Judiciária, e os representantes das empresas responsáveis pela execução da empreitada e pela fiscalização da obra.

Laboratório de Polícia Científica(LPC) é uma unidade da PJ, de apoio à investigação criminal, que goza de autonomia técnica e científica.

A competência do LPC,que está fisicamente instalado no edifício sede da PJ, em Lisboa, é cumulativa com a dos serviços médico-legais.

Criada há mais de 60 anos, a unidade auxilia a investigação criminal através da realização dos mais variados exames e perícias forenses, nomeadamente nos domínios da biologia, toxicologia, físico-química, balística, documentoscopia e criminalística, contribuindo, dessa forma, para facilitar a boa administração da Justiça.

Comentar