Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Dezembro 11, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Coro Misto da Beira Interior atua no Convento de Santo António em Penamacor

Coro Misto da Beira Interior atua no Convento de Santo António em Penamacor
José Lagiosa

O Coro Misto da Beira Interior, dirigido pelo maestro Luís Cipriano, vai atuar no Convento de Santo António, dia 8 de dezembro, pelas 18:00.

Recorde-se que este coro conquistou, recentemente, 4 Medalhas de Ouro na primeira edição do Adriatic Pearl Choir Competition & Festival que decorreu de 30 de outubro a 3 de novembro em Dubrovnik, na Croácia.

O Coro, que competiu em 4 categorias (Música Sacra, Coros Mistos, Folk e Música Moderna), tornou-se também no primeiro Coro português a atingir tal resultado.

Do seus inúmeros programas podem-se destacar os de Música Sacra, Renascença, Espirituais Negros, Fado e Música Popular Portuguesa.

Está sediado na cidade da Covilhã embora os seus elementos tenham origem em várias localidades vizinhas.

O Coro Misto da Beira Interior iniciou a sua atividade em 1989 sob a direção do Professor Luís Cipriano, ainda integrado no Conservatório local, realizando o seu primeiro concerto em 4 de fevereiro de 1990, na Igreja de St. Maria, na cidade da Covilhã.

Em setembro de 1996, tornou-se independente em relação ao Conservatório da Covilhã, marcando assim a sua nova estrutura e assumindo o papel da Associação Cultural da Beira Interior.

Em Portugal, realizou concertos por todo o território.

Em 2000 realizou em Belém na Palestina o concerto oficial dos 2000 anos do nascimento de Cristo.

Em 1999 realizou uma Missa na Basílica de S. Pedro no Vaticano.

Em 2001 realizou duas missas em dois dos principais monumentos espanhóis: o Escorial e Vale dos Caídos.

Com a Orquestra da SIM do Luxemburgo, realizou em 1998 em Ettelbruck, a Missa de St. Cecília de Charles Gounod.

Em 2012 divulgou o seu CD “FADO” numa digressão na região centro da Polónia.

Nos últimos 35 anos, foi o único coro estrangeiro a cantar na Faixa de Gaza.

Em 2011 interpretou obras de Bruckner na catedral de Dt. Florian, em Linz (Austria), precisamente onde está sepultado o compositor.

Participou em 9 das 10 edições do Festival de Música da Beira Interior.

EM 2016 realizou a cerimónia de abertura do Mercado de Natal em Strasbourg(França)

Já o maestro Luís Cipriano, iniciou os seus estudos musicais , pela mão do professor Carlos Gama e completou o Curso Superior de Composição, com o professor Cristopher Bochman, em 1988.

Foi Maestro do Coro da SIM (Luxemburgo) entre 2002 e 2016 e Diretor Musical da Orquestra de Sopros da Comunidade Europeia em 2011.

Compôs mais de duzentas obras para vários tipos de formações.

Em fevereiro de 1997 foi-lhe atribuída a “Medalha Especial de Ouro “ pela Union Grand-Duc Adolphe do Luxemburgo em reconhecimento dos seus méritos culturais.

Em abril de 1998 foi recebido por Sua Santidade o Papa João Paulo II, a quem entregou as suas obras litúrgicas.

Em janeiro de 1999 foi o Compositor escolhido pela Palestina para compor a Oratória de Natal que estreou em Belém naquele país para assinalar os 2000 anos do nascimento de Cristo.

Em 2017 foi homenageado pela Câmara Municipal da Covilhã.

Foi Conselheiro da Olimpíadas Corais em 2004 em Bremen na Alemanha, em 2006 em Xiamen na China, em 2008 em Graz na Austria, em 2010 em Shaoxing na China, em 2012 em Cincinnati nos Estados Unidos, em 2014 em Riga na Letónia e 2018 em Pretória na África do Sul.

Em 2013 foi júri do concurso de Música Sacra em Roma em 2016 em Budapeste.

No ano de 2018 foi o primeiro português a dirigir a Orquestra de Pyonyang na Coreia do Norte.

É Diretor Musical do Beira Interior International Choir Competition & Festival e o Beira Interior Percution Competition.

Em 2019 ganhou o prémio de obra mais original no Adriatic Pearl Competition na Croácia.

Dirigiu concertos em Portugal, Luxemburgo, Palestina. Israel, Rep. Checa, Coreia do Sul, Alemanha, Venezuela, Liechtenstein, Andorra, Noruega, Hungria, Suíça, Holanda, Bélgica, Vaticano, Itália, Porto Rico, França, Dinamarca, Suécia, Espanha, Eslovénia, Eslováquia, Croácia, Áustria e Polónia. Ganhou em Concursos corais 2 medalhas de Bronze, 7 de Prata e 9 de Ouro.

É Presidente da ACBI e maestro do Coro Misto da Beira Interior, Coro Infantil da Beira Interior e Orquestra Clássica da Beira Interior. É professor do quadro da Escola Serra da Gardunha

Comentar