Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Janeiro 20, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Educação e Turismo em destaque no Orçamento Municipal de Proença-a-Nova para 2020

Educação e Turismo em destaque no Orçamento Municipal de Proença-a-Nova para 2020
José Lagiosa

O Orçamento e as Grandes Opções do Plano para 2020 foram aprovados, por maioria, pela Assembleia Municipal de Proença-a-Nova na sessão realizada a 6 de dezembro. 

O mesmo documento já tinha sido aprovado pelo Executivo municipal em reunião a 31 de outubro, por unanimidade.

Fixado em 12.185.757,00 €, o orçamento representa um aumento mais de mais de 120 mil euros relativamente ao orçamento inicial de 2019, não contemplando ainda os possíveis aumentos derivados das transferências provenientes do Orçamento de Estado para 2020.

Em destaque está o setor da Educação pelo facto de aceitação de competências, aprovada em Reunião da Assembleia Municipal de 26 de junho de 2019, estimando-se que acresça ao orçamento municipal o valor de 774.428,87 euros.

“A aceitação das novas competências na educação irá ter um impacto diferenciado que se traduz na assunção de responsabilidades ao nível da gestão do pessoal não docente, de todos os níveis e ciclos de ensino. No próximo ano, continuamos a promover o Plano Integrado de Combate ao Insucesso Escolar sempre com a finalidade última, em parceria com o Agrupamento de Escolas, de reduzir uma taxa que no Municípioé das mais reduzidas na região, a do abandono escolar, a pensar sempre na capacidade de renovar e inovar na mais importante tarefa de uma sociedade evoluída: a educação,” afirmou João Lobo, presidente da Câmara Municipal.

Um outro setor que também estará em relevo será o turismo, onde se incluem algumas candidaturas cofinanciadas já aprovadas e as previsões se encontram previstas no orçamento com valor de 1,5 milhõeseuros. Depois da aprovação da requalificação da Praia Fluvial da Aldeia Ruiva, no âmbito do Programa Valorizar, cujas obras arrancarão em breve, a candidatura de intervenção na Serra das Talhadas também foi aprovada.

O projeto Rota das Aromáticas será impulsionado sobre diversas formas no próximo ano: para além daFesta do Município ter como tema Plantas Aromáticas e Medicinais, o Município está a estudar a forma de articular a Grande Rota Cortiçada e os percursos de pequena rota com esta temática,“que pretendemos que outros municípios se associem com o objetivo de valorizar as plantas autóctones com valor económico. A floresta será sempre um dos nossos temas estruturantes e é também por essa via que continuamos a investir neste importante recurso”, acrescenta João Lobo.

Este orçamento tem ainda uma verba de 50 mil euros que será disponibilizada para projetos a propor pelos munícipes.

As normas do orçamento participativo serão divulgadas em breve.

“Esperamos receber propostas interessantes de desenvolvimento do nosso território, a realizar em parceria ou alavancando projetos semelhantes que o Município esteja a preparar. A minha perspetivas é que as pessoas se sintam motivadas a apresentar as suas ideias e que estas revelem a preocupação que sempre norteia a atividade municipal que é contribuir para o bem comum”, conclui.

Comentar