Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Dezembro 11, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

“Presépios de Barcelos”em exposição na vila de Idanha

“Presépios de Barcelos”em exposição na vila de Idanha
José Lagiosa

Na zona histórica de Idanha-a-Nova já pode ser visitada a exposição “Presépios de Barcelos”, constituída por dezenas de belos e criativos presépios, no figurado muito própriode Barcelos, da autoria de vários artistas daquela região.

A mostra foi inaugurada no dia 30 de novembro e estará patente no Forum Cultural até 16 de fevereiro de 2020.

É uma parceria da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova e da Diocese de Portalegre-Castelo Branco, proprietária das valiosas representações presepiais em exposição, doadas pelo colecionador Rui Sequeira.

“O Natal é vivido com um carinho muito especial nas nossas aldeias e vilas e é com muito gosto que colaboramos na divulgação do patrimónioda Diocese de Portalegre-Castelo Branco, com esta exposição de presépios que vem enriquecer o nosso Natal”, referiu o presidente da Câmara de Idanha-a-Nova.

Armindo Jacinto durante a inauguração

Armindo Jacinto sublinhou que “os magníficos presépios em exposição no Forum Cultural são da autoria de artistas de Barcelos, uma cidade que é parceira de Idanha-a-Nova na Rede de Cidades Criativas da UNESCO: Idanha na área da Música e Barcelos na área do Artesanato e Artes Populares”.

Finalmente, o autarca quis salientar“o investimento realizado ao longo dos anos na identificação, conservação, restauro e divulgação da riquíssima arte sacra que existe no nosso concelho”.

A exposição “Presépios de Barcelos” foi inaugurada pelo Padre Francisco Valente, presidente da Comissão de Gestão do Património Religioso da Diocese de Portalegre-Castelo Branco.

Para este responsável, “esta coleção de presépios merece ser divulgada em Portugal e, por isso,saúdo o acordo de cooperação que temos com o Município de Idanha-a-Nova, que contemplaa divulgação do património, mas também a inventariação, estudo e salvaguarda da riqueza patrimonial do país”.

O coordenador executivo da exposição, António Catana, realçou que “este espólio produzido por artistas de Barcelos mostra bem a riqueza do artesanato local e a criatividade dos artistas no contexto da arte popular”.

A tradição portuguesa dos presépios é, para o investigador, “uma das formas mais tocantes de expressão artística da celebração do Natal”.

Até 16 de fevereiro de 2020, no Forum Cultural de Idanha-a-Nova estará então a valiosa exposição dos seguintes artistas: Ana Baraça, Carlos Baraça, Fernando Baraça, Júlia Côta, Júlia Ramalho, Maria Helena da Cruz, Mistério, Mistério filho, Mistério neto e Rosalina Baraça.

A visitar de segunda a sexta-feira (9h-13h e 14h-17h) e nos sábados, domingos e feriados (14h-18h).

Comentar