Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Abril 10, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Convívio junta emigrantes proencenses e as suas famílias

Convívio junta emigrantes proencenses e as suas famílias
José Lagiosa

Pelo segundo ano consecutivo, um grupo de emigrantes proencenses decidiu organizar o convívio com outros proencenses – e suas famílias – que também estão emigrados, juntando quase 80 pessoas num almoço no último domingo de 2019, dia 29 de dezembro.

A maioria dos presentes está na Suíça e a ideia de organizar um convívio em Proença-a-Nova surgiu num dos encontros realizados no país de acolhimento.

O executivo municipal também foi convidado a estar presente e, na sua intervenção, o presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova deu os parabéns pela iniciativa, sinal de que os laços à terra de origem continuam fortes, mesmo quando o diaadia é passado noutras realidades por força das circunstâncias. 

João Lobo desafiou os presentes “a serem embaixadores do território” a todos os níveis, criando parcerias entre os agentes económicos de Proença-a-Nova e os dos locais de acolhimento para que, por exemplo, os produtos da marca Proença-a-Nova Origem aí sejam comercializados.

O autarca elencou alguns apoios específicos que estão disponíveis para quem queira, por exemplo, criar o próprio emprego ou para quem pretenda investir na compra de imóveis para requalificar.

João Lobo recordou que o Município tem o projeto da Diáspora Proencense (https://diasporaproencense.pt), em que o objetivo é precisamente ter um portal com informação específica dedicada aos emigrantes proencenses, divulgando também os serviços disponibilizados no Gabinete de Apoio ao Emigrante, a funcionar na Casa das Associações, no Largo Pedro da Fonseca.

Em linha com o projeto de apoio que o Governo apresentou em julho de 2019 – o Programa Regressar para ajudar todos aqueles que tiveram de sair do país e que desejam agora voltar a Portugal –, João Lobo espera que alguns dos emigrantes proencenses possam também começar a preparar o seu regresso à terra de origem, contribuindo para o desenvolvimento do território. “Proença-a-Nova só se faz com o apoio de todos e que este ano de 2020 seja resposta disso mesmo, que em conjunto construamos um concelho de que nos sintamos todos orgulhosos”, concluiu.

Comentar