Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Março 30, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Rede Termas Centro cresce e já representa 20 estâncias termais

Rede Termas Centro cresce e já representa 20 estâncias termais
José Lagiosa

Termas da Piedade, Termas do Vimeiro e Termas do Bicanho são as mais recentes aderentes ao projeto que promove as estâncias termais da região Centro

A rede Termas Centro, projeto que promove as estâncias termais da região Centro do país, integra mais três termas desde o final de janeiro, representando agora um total de 20 estâncias.

As Termas da Piedade, em Alcobaça, as Termas do Vimeiro, em Torres Vedras, e as Termas do Bicanho, em Soure, são as novas aderentes da rede, que passa a integrar também mais municípios.

De acordo com Adriano Barreto Ramos, coordenador da rede Termas Centro, estas três estâncias termais “aderiram à rede para poderem beneficiar das muitas vantagens inerentes a integrarem uma estrutura alargada, das quais destaco a promoção conjunta das estâncias, a animação proporcionada pelo programa Viva Termas Centro e o projeto de Inovação, entre muitas outras sinergias possíveis”.

Ao integrarem a rede Termas Centro, as estâncias termais dispõem de promoção conjunta e de uma imagem comum, incluindo a sinalética, e beneficiam do projeto de Inovação – que apoia e acompanha estudos que certificam e credibilizam os tratamentos termais, do ponto de vista científico.

Termas Centro

Uma vez dentro da rede, as estâncias termais passam também a integrar o site Termas Centro, em www.termascentro.pt, bem como uma plataforma conjunta de comercialização e vendas. Contam ainda com o apoio da Estrutura Técnica de Gestão.

“Com a adesão destas três termas, a rede Termas Centro passa a abranger a quase totalidade da realidade termal na região Centro, que agrega metade das estâncias termais de Portugal e representa mais de 65% do volume de negócios do sector. As termas da região Centro que reúnem os parâmetros que consideramos necessários integram a rede. Ainda assim, futuramente pretendemos voltar a receber as Termas de Monte Real, logo que voltarem ao ativo. Também poderemos estar disponíveis para integrar as três estâncias termais que não fazem parte da rede, se forem ultrapassadas determinadas situações que ainda subsistem”, sublinha Adriano Barreto Ramos.

A rede Termas Centro pretende reforçar a competitividade turística das estâncias termais da região Centro, através de uma lógica de trabalho em rede e com produtos adaptados a diferentes públicos, abrangendo as temáticas saúde e bem-estar, natureza, gastronomia, cultura e património. 

O projeto pretende dar a conhecer os benefícios das águas termais, aliando as vertentes de saúde e bem-estar à riqueza dos ambientes onde as termas se situam, de um vasto património cultural e gastronómico.

As estâncias termais são destinos que vão ao encontro das tendências atuais, que revelam uma maior procura por destinos turísticos que possibilitem cuidar simultaneamente do corpo e da mente.

As estâncias termais que integram o projeto Termas Centro são: Termas de Alcafache, Termas de Almeida–Fonte Santa, Termas de Águas–Penamacor, Termas do Bicanho, Caldas da Felgueira, Caldas da Rainha, Termas do Carvalhal, Termas da Curia, Termas do Cró, Termas da Ladeira de Envendos, Termas de Longroiva, Termas de Luso, Termas de Manteigas, Termas de Monfortinho, Termas da Piedade, Termas de Sangemil, Termas de São Pedro do Sul, Termas de Unhais da Serra, Termas de Vale da Mó e Termas do Vimeiro.

Comentar