Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Fevereiro 26, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Quatro Campeãs Nacionais e Uma Medalha de Bronze no Campeonato Nacional de Cadetes para Castelo Branco

Quatro Campeãs Nacionais e Uma Medalha de Bronze no Campeonato Nacional de Cadetes para Castelo Branco
José Lagiosa

A Escola de Judo Ana Hormigo trouxe de Odivelas no passado dia 8 de fevereiro uma mão cheia de medalhas do Campeonato Nacional de Apuramento de Seleção Nacional de Cadetes, destacamos que através destes fantásticos resultados o clube albicastrense foi segundo classificado na grelha de clubes mais medalhados, sendo assim uma vez mais uma referência no Judo nacional pela qualidade e resultados apresentados pelos seus atletas, respetiva equipa técnica e restante staff do clube da cidade de Castelo Branco.

O grande destaque da equipa da ex-atleta olímpica e atual selecionadora nacional sénior, foi das atletas femininas que tem dado nos últimos anos provas de que no interior também se fazem e produzem grandes atletas e campeões.

Adriana Torres 1º lugar

Matilde Gonçalves na categoria de -40 kg, venceu todos os seus combates na respetiva poule chegando assim ao lugar mais desejado do pódio com uma extraordinária prestação e competição realizada.

Bárbara Carriço a competir na categoria de -44 kg, realizou uma competição no sistema de poules, vencendo todos os combates da sua poule e vencendo com grande qualidade também na meia final, no combate da final demonstrou novamente toda a sua superioridade e qualidade vencendo assim a categoria.

Ângela Carriço participou na difícil e competitiva categoria de -48 kg, vencendo todos os seus combates de forma irreverente, quer nas eliminatórias quer na meia final, na final não acusou a pressão e demonstrou porque é a atleta vencedora da categoria e a campeã nacional.

Adriana Torres a competir na sua nova categoria de peso -63 kg, na qual vinha a realizar a respetiva adaptação neste novo ano civil, não cedeu perante qualquer adversária no seu quadro de eliminatórias, realizando uma competição extraordinária, cheia de qualidade e consistência, na meia final com muita serenidade e qualidade passou para uma final de sonho onde alcançou o lugar mais alto do pódio pelo terceiro ano consecutivo, sendo neste momento tricampeã nacional.

Equipa Técnica e Medalhados

João Dias a participar na categoria de -73 kg alcançou uma brilhante e extraordinária medalha de bronze e respetivo terceiro lugar da classificação geral, fruto de um trabalho muito árduo e empenhado, que foi demonstrado ao longo de toda a competição na fase de eliminatórias, sendo apenas derrotado na meia final que o relegou para a disputa da medalha e onde não vacilou afirmando-se no panorama nacional numa categoria muito disputada e competitiva.

Todos os restantes atletas do clube albicastrense realizaram uma competição extraordinária, em que destacamos o 5º lugar de Maria Rosário em -57 Kg, tendo realizado uma competição muito conseguida, sendo surpreendida na meia final o que a relegou para a disputa da medalha de bronze, onde não consegui superar a sua adversária e alcançar o tão desejado lugar no pódio.

Joana Carvalhinho -52 Kg esteve também em destaque vencendo todos os combates até aos quartos de final, foi relegada para as repescagens onde ainda venceu um combate, foi eliminada no quadro final da repescagem alcançado assim um brilhante 7º lugar da geral.

Raquel Brites em +70 Kg foi também uma atleta em destaque conseguindo alcançar um importante e merecido 7º lugar da geral.

João Alves em -73 kg não começou bem a sua competição, saindo derrotado do seu primeiro encontro, foi repescado onde consegui vencer um encontro, sendo de seguida derrotado e alcançando o meritório 9º lugar da classificação geral.

António Mendes e Alexandre Boyko -55 Kg não conseguiram vencer o seu primeiro combate.

Miguel Raposo também não conseguiu vencer o seu primeiro combate na categoria de -66 kg, tal como José Brites na categoria de -60 Kg.

Marisa Bento a participar na categoria de -70 kg também saiu de Odivelas como não classificada, de reconhecer e referir que todos os atletas que não conseguiram qualquer classificação neste forte e competitivo campeonato nacional, deixaram pormenores muito interessantes e importantes para o seu futuro desportivo na modalidade, estando assim de parabéns pelo sem empenho e dedicação.

Comentar