Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Março 28, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Quer ser um Palhaço Visitador e levar alegria aos Lares?

Quer ser um Palhaço Visitador e levar alegria aos Lares?
José Lagiosa

5 e 6 de março, em Castelo Branco

Palhaços Visitadores são, acima de tudo, palhaços com coração. O objetivo équebrar o isolamento dos mais idosos através da linguagem do palhaço. Nos dias 5 e 6 de março, vai haver em Castelo Branco uma oficina para quem gosta de partilharsorrisos e carinho

A Fábrica da Criatividade, em Castelo Branco, vai receber nos dias 5 e 6 de março uma Oficina para Palhaços Visitadores, um projeto que visa levar alegria a Lares e Centros de Dia para quebrar o isolamento dos mais idosos através da linguagem do palhaço.

Nesta iniciativa, pode frequentar uma oficina de treinamento e iniciação ao trabalho do Palhaço Visitador.

É também chamado de Palhaço com Coração por trabalhar com públicos em situação de fragilidade, mais especificamente seniores e pessoas idosas com demência.

A Oficina para Palhaços Visitadores destina-se a palhaços, atores, músicos, performers, mas também a técnicos de saúde, animadores socioculturais e curiosos sem qualquer formação artística – apenas prazer em partilhar sorrisos com quem mais precisa.

A ação tem oito horas de duração no total, distribuídas pelos dias 5 e 6 de março das 18h30 às 22h30.

Palhaço Visitador em plena ação

Esta Residência Artística em formato de oficina tem como finalidade abrir um espaço para dar a conhecer o trabalho do Palhaço Visitador assim como a criação de grupos de Palhaços Visitadores para futuras visitas a Lares e Centros de Dia do distrito de Castelo Branco.

A organização da iniciativa é dos projetos Palhaços Visitadores e Marlon Artes Cénicas e as inscrições podem ser feitas para o email [email protected] ou por telefone para 932 129 846 (mais informações: https://marlonfortes.wordpress.com/palhacos-com-coracao/).

A orientação da Oficina está a cargo de Tom Roos, com assistência de Eva Ribeiro e desenhos ao vivo de Alowies.

Comentar