24.4 C
Castelo Branco
Quarta-feira, Setembro 22, 2021
No menu items!
InícioRegionalAssociação Amato Lusitano apresenta balanço após 10 anos de existência

Associação Amato Lusitano apresenta balanço após 10 anos de existência

CASTELO BRANCO

Após mais de 10 anos de existência, vimos apresentar alguns dos resultados do GIP- Gabinete de Inserção Profissional (GIP) de Castelo Branco, dinamizado pela Amato Lusitano – Associação de Desenvolvimento (AL-AD) no último ano de 2019.

O GIP funciona em estreita cooperação com Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) e tem como principal objetivo apoiar os/as desempregados/as, jovens ou adultos/as na definição ou desenvolvimento do seu percurso de inserção ou reinserção no mercado de trabalho.

Este gabinete, criado em 2009, registou, em 2019, um total de 256 desempregados/as atendidos/as inscritos/as no Serviços de Emprego de Castelo Branco, resultando num total de 1320 atendimentos.

Os atendimentos disponibilizados neste gabinete elencam as diligências necessárias na procura ativa de emprego, apoio na elaboração de currículos vitae e carta de apresentação, encaminhamento para entrevistas de emprego, inscrições para cursos de formação, informação sobre os vários apoios e/ou medidas de empregabilidade em vigor, e outros assuntos relacionados com o processo de desemprego.

No ano de 2019 foram registados 73 encaminhamentos de utentes para apresentações a ofertas de emprego e/ou inscrições para cursos de formação/medidas de emprego, tendo-se também registado 10 colocações efetivas em postos de trabalho.

Em relação às entidades empregadoras, numa lógica de proximidade com o tecido empresarial, o GIP disponibiliza-se a divulgar e a prestar os esclarecimentos necessários sobre as medidas de apoio à contratação em vigor no IEFP.

Ao longo de 2019 foram efetuadas mais de 60 visitas a entidades do concelho de Castelo Branco.

O GIP de Castelo Branco, sediado na Amato Lusitano – Associação de Desenvolvimento, assume por isso um apoio importante a muitos dos/as desempregados/as do concelho, uma mais-valia para integração destes/as no mercado de trabalho, mediante um acompanhamento personalizado, e um diagnóstico pessoal e profissional realizado em cada uma das situações.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: