Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Maio 30, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Período de candidaturas ao Prémio Nacional de Jornalismo de Inovação alargado até 8 de maio

Período de candidaturas ao Prémio Nacional de Jornalismo de Inovação alargado até 8 de maio
José Lagiosa

Premiar o jornalismo e os jornalistas especializados nas áreas de Inovação, particularmente de base científica e tecnológica; aproximar a comunidade jornalística da comunidade científica e tecnológica; e valorizar o “Jornalismo de Inovação” enquanto um poderoso instrumento de serviço público são os objetivos da iniciativa

A Agência Nacional de Inovação (ANI) decidiu estender o período de candidaturas à 3ª Edição do Prémio Nacional de Jornalismo de Inovação (PNJI) até 8 de maio.

A decisão prende-se com a conjuntura atual de esforço coletivo nacional para o combate à pandemia covid-19, entendendo a ANI que os jornalistas têm um papel central na informação à população e que, por isso, esta deve ser a grande prioridade do momento.

Em breve será anunciado, também, o novo calendário do concurso que estará disponível em www.ani.pt.

Criado pela ANI para suprir uma lacuna na distinção de trabalhos jornalísticos neste domínio particularmente importante para a promoção de uma cultura de Inovação em Portugal, o PNJI conta com prémios no valor de 20 mil euros.

A terceira edição terá cinco categorias e uma menção honrosa a concurso e repete o apoio da Entidade Reguladora para a Comunicação Social e do Sindicato dos Jornalistas.

Segundo a ANI, a comunicação da Inovação de base científica e tecnológica enfrenta diversos desafios, nomeadamente a complexidade de comunicar de forma apelativa sem perder o rigor.

Contudo, os trabalhos jornalísticos focados na Inovação “Made in Portugal” têm contribuído para dar a conhecer nacional e internacionalmente novos produtos, serviços, processos e tecnologias desenvolvidas pelos atores do Sistema Nacional de Inovação, nomeadamente pelas empresas e pela sociedade.

Com esta 3ª edição do PNJI, pretende-se, tal como acontece noutros países, continuar a dar maior relevância a esta temática, através de uma iniciativa que premeie os melhores trabalhos jornalísticos neste domínio, contribuindo para uma maior visibilidade da Inovação feita em Portugal e do seu impacto económico e social.

Os jornalistas têm agora até às 23h59 de 8 de maio para se candidatarem com trabalhos realizados em 2019 e que se insiram nas categorias “Nacional Escrito”, “Nacional Audiovisual”, “Nacional Áudio”, “Nacional Multimédia” e “Regional”, sendo esta última a categoria que distinguirá uma peça desenvolvida para um meio de âmbito local.

A ANI vai premiar os vencedores de cada uma das categorias com quatro mil euros.

Também será atribuída a Menção Honrosa Academia com o objetivo de reconhecer os trabalhos jornalísticos produzidos por estudantes de uma instituição de ensino superior portuguesa. A esta categoria será atribuído um troféu.

As candidaturas devem ser submetidas através de um formulário no website da ANI.

O PNJI é promovido no âmbito do SIAC – Iniciativa de Transferência de Conhecimento, cofinanciada pelo COMPETE 2020, através do Portugal 2020 e do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Comentar