18.1 C
Castelo Branco
Terça-feira, Setembro 21, 2021
No menu items!
InícioNacionalMunicípio de Proença-a-Nova já realizou 688 testes à COVID-19 no concelho

Município de Proença-a-Nova já realizou 688 testes à COVID-19 no concelho

Dos 688 testes laboratoriais à COVID-19 que o Município de Proença-a-Nova realizou no concelho, apenas dois testaram positivo: o primeiro, de uma utente da Santa Casa da Misericórdia de Proença-a-Nova, levou à ativação do plano de contingência da instituição e ao seu internamento, tendo as duas análises posteriores revelado negativo e a utente regressado à Santa Casa.

O segundo caso, e de acordo com a informação médica, revela que a pessoa já teve um vírus da gripe, mas neste momento não é motivo de contágio.

Os testes foram realizados junto de utentes e funcionários das IPSS, em primeira prioridade, GNR, Centro de Saúde, Bombeiros, Município, Juntas de Freguesia, profissionais que mantém contacto com público de diversas áreas de atividade e pessoas que regressaram ao concelho a partir de zonas onde há casos de COVID-19 sinalizados.

Estes testes permitem a deteção de anticorpos IgG e IgM de sensibilidade de 92% quando comparada com testes de PCR, testes marcação CE, devidamente registados no INFARMED.

Para o presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova, os resultados dos testes realizados “continuam a impor a todos a continuidade do compromisso individual de proteção, para todos estarmos mais seguros”.

João Lobo, que esteve em isolamento profilático até o resultado do teste que realizou ter dado negativo e ter recebido indicação da Autoridade de Saúde para voltar à atividade profissional, apela a que se continuem a seguir as recomendações da Direção Geral de Saúde.

“Apesar de, até agora, não termos tido casos de COVID-19 no concelho, não é indicador para diminuir os níveis de cuidado, é sim motivo para mantermos comportamentos de segurança para não potenciar eventuais situações de risco.

Existe confiança na forma responsável como, de forma generalizada, temos gerido esta situação e progressivamente iniciarmos a atividade económica, com a garantia de seguirmos as necessárias recomendações da Direção Geral de Saúde nas diversas atividades”.

Para o grupo de risco, continua a ser prestado serviço de apoio domiciliário na entrega de medicamentos e de outros bens de primeira necessidade, numa coordenação entre Município, Juntas e Uniões de Freguesia, tendo o Centro de Saúde e as empresas prestadoras de serviços contribuído para tornar este processo o mais célere possível.

Desde o início deste apoio até 15 de abril, já foram atendidos quase 200 pedidos.

“No dia em que o Presidente da República propõe o prolongamento do Estado de Emergência até dia 2 de maio, mantendo-se a exigência de isolamento e contenção social, a solidariedade torna-se fundamental para apoiar quem mais precisa de ser protegido”, ressalva João Lobo.

Os idosos e pessoas com doenças crónicas podem pedir apoio pelo número geral da Câmara (274 670 000, das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 15h30) ou pelo telemóvel 939 623 269, disponível também no whatsapp.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: