17.1 C
Castelo Branco
Quinta-feira, Setembro 23, 2021
No menu items!
InícioRegionalEstudantes de Fisioterapia ajudam a controlar a dor crónica

Estudantes de Fisioterapia ajudam a controlar a dor crónica

Acompanhar a comunidade com dor crónica, uma das condições de saúde com maior incidência e prevalência a nível mundial, é o objetivo de um projeto dinamizado por António Fernandes Miguel Curto, Nuno Henriques e Rodrigo Duarte, estudantes da licenciatura em Fisioterapia da Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias do IPCB, sob orientação dos Fisioterapeutas Vítor Pinheira e Catarina Leitão.

Desenvolvido no âmbito da Unidade Curricular de Estágio Avançado em Fisioterapia, o projeto “Gestão e Reabilitação do Utente com Dor Crónica em Isolamento Social” prevê a realização de diversas sessões de acompanhamento via videoconferência (tele-reabilitação), onde o principal foco, serão os fatores psicossociais, que poderão influenciar a perceção e catastrofização da dor, inerente a cada participante nesta iniciativa.

A utilização de meios digitais garante o acompanhamento da comunidade, ultrapassando a impossibilidade de intervenção presencial devido ao panorama atual de pandemia por COVID-19.

Após a análise conjunta das perceções do utente em relação à sua dor, e como esta o influencia nas suas atividades diárias, são desenvolvidas estratégias para que este consiga gerir a sua própria condição de saúde, dando-lhe ferramentas para poder tomar decisões conscientes e informadas.

O trabalho realizado pelos estudantes é acompanhado por um dos docentes responsáveis pelo projeto e a participação é gratuita e aberta a toda a comunidade que apresenta dor há mais de 3 meses.

O início do programa aconteceu no dia 4 de maio. Informações adicionais podem ser consultadas na página do projeto na Internet, em https://dorcronicameesald.wixsite.com/meusite/projeto

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: