Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Junho 1, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Câmara de Idanha-a-Nova esclarece a presença de cidadãos romenos no concelho

Câmara de Idanha-a-Nova esclarece a presença de cidadãos romenos no concelho
José Lagiosa

A Câmara Municipal de Idanha-a-Nova manifesta a sua profunda indignação com a forma como foi desenvolvido o processo de deslocação de 15 cidadãos romenos de Castro Marim para o concelho de Idanha-a-Nova.

Os mesmos chegaram no final da noite de quinta-feira (30/04), sem articulação prévia com a nossa autarquia, e já foram este sábado (02/05) transportados para o Aeroporto de Lisboa, em articulação com a Embaixada da Roménia em Portugal, tendo a sua presença neste concelho causado alarme social.

A bem da verdade, importa esclarecer que o processo foi conduzido por três entidades: Câmara Municipal de Castro Marim; Embaixada da Roménia em Portugal e a Associação Romena de Aldeia de Santa Margarida. Estas três entidades articularam, entre si, a deslocação de 15 cidadãos romenos de Castro Marim para uma unidade de alojamento de São Miguel de Acha, sem comunicar previamente o facto à Câmara Municipal de Idanha-a-Nova ou à Junta de Freguesia de São Miguel de Acha, uma atitude que revela falta de respeito institucional e desconsideração pela saúde da comunidade idanhense.

Cidadãos romenos foram transportados até ao Aeroporto de Lisboa

O facto de não terem comunicado previamente da chegada destes cidadãos, não estando em causa a sua nacionalidade, inviabilizou a resposta atempada e articulada entre as entidades locais, como deveria ter acontecido, nomeadamente o cumprimento das regras de isolamento social, destinadas a todos os que chegam ao nosso concelho, vindos de outras partes do país ou do mundo.

A Câmara de Idanha-a-Nova compreende, por isso, a indignação e a inquietação da nossa população, que tem feito um grande esforço cívico para cumprir as normas de segurança e respeitado com sacrifício a distância dos seus entes queridos.

Informa-se que a Câmara de Idanha-a-Nova, em articulação com a GNR e a Junta de Freguesia de São Miguel de Acha, tomou de imediato diligências no sentido de salvaguardar a saúde da nossa população e dar uma resposta humanitária adequada aos 15 cidadãos romenos.

Após a realização de testes de despiste de Covid-19, feitos hoje (02/05) em São Miguel de Acha, que deram Negativo, os 15 cidadãos romenos foram já transportados para o Aeroporto de Lisboa, por indicação e em articulação com a Embaixada da Roménia em Portugal, num autocarro do Município de Idanha-a-Nova, estando já a caminho do seu país.

A Câmara de Idanha-a-Nova considera que a solução encontrada, em tempo recorde, deu a melhor resposta possível a esta situação que poderia ter sido pacífica se devidamente articulada entre todas as partes.

Comentar