Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Junho 1, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Covid-19: “As suas ideias racistas hão de ir parar ao caixote do lixo”, diz Catarina Martins a Ventura

Covid-19: “As suas ideias racistas hão de ir parar ao caixote do lixo”, diz Catarina Martins a Ventura
José Lagiosa

A coordenadora do BE, Catarina Martins, disse hoje ao deputado do Chega, André Ventura, que “as ideias racistas” como o confinamento de ciganos “hão de ir parar ao caixote de lixo de onde nunca deviam ter saído”.

“Permita-me que, antes do debate, faça uma nota. Às vezes há uma linha ténue demais entre ignorar para não dar visibilidade à atrocidade ou, pelo silêncio, consenti-la. André Ventura fez uma proposta inqualificável de decidir confinamento de pessoas tendo em conta a sua origem étnica”, afirmou Catarina Martins no arranque da sua intervenção do debate quinzenal.

Na perspetiva da líder bloquista, André Ventura “teve a resposta que devia por um campeão português, Ricardo Quaresma”, tendo de imediato sugerido “que os futebolistas deviam ter direitos limitados à opinião”.

“Ficamos, portanto, a saber que o Chega não só tem opiniões repugnantes como André Ventura tem a cobardia de querer calar quem lhe faz frente”, acusou.

Dirigindo-se diretamente a André Ventura, Catarina Martins prometeu lutar pelo direito do deputado “a ter opiniões sobre futebol”, embora também garanta que vai batalhar “para acabar com a pouca vergonha de receber vários salários além do de deputado”.

“E, no que disser respeito ao Bloco, fique certo de que as suas ideias racistas hão de ir parar ao caixote de lixo de onde nunca deviam ter saído”, avisou.

O deputado único do Chega, André Ventura, garantiu na quarta-feira que “não voltará atrás” na proposta para um plano específico de “abordagem e confinamento” para as comunidades ciganas, e que apresentará essa iniciativa mesmo sem apoio de outros partidos.

Em declarações aos jornalistas na Assembleia da República, em Lisboa, o presidente demissionário do Chega afirmou que não voltaria “atrás nesta proposta” e que já estava a estabelecer contactos com PSD, CDS e Iniciativa Liberal para que esta proposta vá avante, visto que considera que “é necessário uma abordagem específica ao caso da comunidade cigana em Portugal”, tendo pedido reuniões aos líderes dos três partidos.

Também na quarta-feira, várias associações e figuras públicas, incluindo Francisco Louçã, Ana Gomes e Ricardo Quaresma, subscreveram um abaixo-assinado a repudiar as declarações do deputado do Chega sobre a comunidade cigana.

Através de uma publicação na sua conta oficial da rede social Facebook o futebolista Ricardo Quaresma criticou que “o populismo racista do André Ventura apenas serve para virar homens contra homens em nome de uma ambição pelo poder, que a história já provou ser um caminho de perdição para a humanidade”.

*LUSA

Comentar