Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Junho 1, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Idanha-a-Velha em projeto europeu para divulgar herança romana

Idanha-a-Velha em projeto europeu para divulgar herança romana
José Lagiosa

A aldeia histórica de Idanha-a-Velha, no concelho de Idanha-a-Nova, integra um projeto europeu inovador em parceria com Roma (Itália), Bordéus (França) e Pamplona (Espanha).

O projeto acaba de ser candidatado ao programa Europa Criativa por estas quatro localidades com património romano em comum, em particular com coleções epigráficas muito expressivas.

O Arquivo Epigráfico de Idanha-a-Velha, uma das maiores coleções de epigrafia romana da Península Ibérica, entra nesta parceria com outros sítios arqueológicos e museus como Los Bañales e Santa Criz de Eslava, em Espanha, Museu da Romanidade de Nîmes e Museu de Bordéus, em França e o Museu Nacional Romano, em Itália.

O projeto visa salvaguardar epromovero valor da herança epigráfica romana, através do uso das novas tecnologias audiovisuais, da recriação e digitalização 3D e do desenvolvimento de um videojogo.

Arquivo Epigráfico Idanha-a-Velha

O património romano será enfatizado como manifestação, por um lado, da primeira grande globalização cultural do mundo antigo através da disseminação do latim e, por outro lado, da adoção, também de carácter global e em clara relação centro-periferia, de uma série de apoios monumentais das elites locais que contribuíram para a criação de monumentos, de fóruns e santuários, um palco e uma paisagem mais ou menos comum, mas dotada de elementos característicos e distintos localmente.

O projeto vai ser concebido como uma jornada do extremo oeste do Império Romano (Lusitânia) até à capital (Roma), ilustrando nos materiais produzidos os aspetos mais apelativos e pedagógicos dessa jornada, e aproximando-os do público menos acostumado a ler e interpretar inscrições romanas.

O convite para participação de Idanha-a-Velha nesta candidatura resulta do sucesso do projeto de investigação IGAEDIS, que nos últimos anos tem realizado neste território um importante trabalho de salvaguarda e divulgação do património cultural.

Idanha-a-Velha, a antiga capital romana da Civitas Igaeditanorum, surge assim como exemplo da expansão deste povo por toda a Europa, sendo hoje um autêntico museu ao ar livre.

Comentar