23.9 C
Castelo Branco
Quarta-feira, Setembro 22, 2021
No menu items!
InícioCulturaRequalificação do antigo Teatro de Penamacor com visto do Tribunal de Contas

Requalificação do antigo Teatro de Penamacor com visto do Tribunal de Contas

O contrato para reabilitação do antigo Teatro de Penamacor já tem visto do Tribunal de Contas.

A obra foi adjudicada por deliberação de Câmara, de 11 de janeiro de 2019, pelo valor de 1.988 749,56 euros + IVA, com prazo de execução de 730 dias.

A obra é financiada em cerca de meio milhão de euros pela PARU – Plano de Ação de Regeneração Urbana de Penamacor e em cerca de 1,6 milhões de euros pela linha de financiamento do IFRRU – Instrumento Financeiro para a Reabilitação e Revitalização Urbanas.

Planta da reabilitação do Teatro Clube de Penamacor

O contrato com a entidade executante foi celebrado em 20 de fevereiro de 2019 e visado pelo Tribunal de Contas em 28 de maio de 2020.

A proposta tem como objetivo final definir os conceitos da reabilitação do edifício existente, propondo a ampliação que albergará algumas funções essenciais e complementares ao bom funcionamento de um equipamento desta natureza, tais como:bilheteira/receção/bengaleiro, instalações sanitárias, bar, camarim e acesso direto à sala polivalente do piso 3.

O antigo Teatro de Penamacor encontra-se devoluto e necessita urgentemente de ser intervencionado, para que não se perca um excelente exemplar de sala de espetáculos baseado na tipologia de modelo de teatro italiano.

O Antigo Teatro de Penamacor foi fundado pelos sócios do Clube de Penamacor e inaugurado a 14 de novembro de 1912.

Outra perspetiva da requalificação

Foi utilizado como sala de teatro até 1940 e, até 1969, como cinema e teatro.

Esta estrutura, apesar de ser um edifício de pequena dimensão e simples na maneira como se apresenta na encosta da vila, é um verdadeiro exemplar de arquitetura cénica descentralizada dos grandes polos culturais, que merece ser reabilitado e respeitado.

Esta reabilitação é importante não só para que prevaleça como elemento histórico/cultural de Penamacor, mas também para retomar a sua função e ser vivenciado por toda a população e, consequentemente, se transformar num equipamento ativo, autónomo e sustentável, evitando ainda a sua completa degradação.

Importa referir que a existência deste tipo de equipamentos é escassa no interior do país.

Assim, além da reocupação e preservação do património arquitetónico e dos valores histórico/culturais a ele inerentes, ainda acresce a vantagem de se transformar num equipamento multifuncional, capaz de permitir a promoção de espetáculos de teatro, cinema e outras artes, a realização de colóquios, seminários, worshops ou encontros temáticos, a promoção do associativismo local, atraindo mais visitantes à vila e aumentando o desenvolvimento da economia local.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: