24.4 C
Castelo Branco
Quarta-feira, Setembro 22, 2021
No menu items!
InícioNacionalFesta do Município de Proença-a-Nova destaca Plantas Aromáticas e Medicinais

Festa do Município de Proença-a-Nova destaca Plantas Aromáticas e Medicinais

São muitas as plantas aromáticas, medicinais e condimentares que nascem espontaneamente no meio da nossa floresta.

Desde a antiguidade e ao longo de séculos e de gerações foram usadas mezinhas (ou remédios caseiros) e ensalmos (rezas e benzeduras para curar males) para dar resposta a todo o tipo de necessidades que surgissem na vida de todos os dias.

De há alguns anos a esta parte, surgiu um renovado interesse pelo que é natural e, com isso, intensificou-se o uso das plantas aromáticas e medicinais como alternativa aos produtos industriais e aos medicamentos em excesso.

As plantas aromáticas são utilizadas quer na alimentação, quer como espécies ornamentais nos canteiros dos jardins ou mesmo nas floreiras dos terraços e varandas, voltando a fazer parte do quotidiano.

Renasce a fitoterapia e também a aromaterapia: através dos óleos essenciais extraídos das plantas, voltou-se à sua utilização, na busca do reequilíbrio físico e mental do organismo.

 As plantas aromáticas, são fáceis de cultivar e ótimos condimentos auxiliares nos temperos da boa cozinha, realçando o sabor dos alimentos, permitindo a redução de sal, tornando-os mais saudáveis e igualmente saborosos.

A atualidade desta temática e a importância que estas plantas representam no território levou a que o Município promovesse em 2019 a I Conferência Internacional “Rota das Aromáticas na História da Medicina”, em parceria com o Centro Ciência Viva da Floresta e o Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto.

Um dos objetivos do Município é apostar no aproveitamento turístico da Rota das Aromáticas, tendo em conta a riqueza natural existente no território, mas acrescentando-lhe valor que, associado à medicina, à saúde e ao bem-estar, possibilita práticas inovadoras e captadoras de novos públicos, de que a aromoterapia é um bom exemplo.

Em linha com esta estratégia, o Município declarou 2020 o Ano Municipal das Plantas Aromáticas e Medicinais, em que o projeto Rota das Aromáticas tem sido impulsionado sobre diversas formas.

O atual PR5 – Rota dos Recantos e Encantos vai ser reconvertido no Trilho das Aromáticas, recuperando um caminho antigo, já trilhado.

Ao longo do percurso, além da importância por tudo o que representa em termos de paisagem, podemos encontrar diferentes espécies de aves, galerias ripícolas de particular beleza, fazendo a ligação entre pontos turísticos muito procurados, e, principalmente, por representar uma mais valia para o território ligando a Serra das Talhadas aos sítios históricos-arqueológicos, restauração, alojamentos, espaços museológicos, aldeias típicas e ao Centro Ciência Viva da Floresta, numa ótica de rede, devidamente estruturada e sustentada.

Também a Festa do Município, este ano totalmente online, tem este tema e a Sessão Solene abordará o potencial paisagístico, turístico e económico deste importante recurso do território.

No sábado, 13 de junho, assista também ao documentário “Rota das Aromáticas e Plantas Medicinais”, a exibir a partir das 14h15 nas redes sociais do Município (Facebook e Youtube), em que se percorre o concelho, mostrando estas plantas de valor muito superior ao que se possa pensar à primeira vista.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: