13.4 C
Castelo Branco
Domingo, Setembro 19, 2021
No menu items!
InícioDesportoEleições AFCB: Lista A vence e toma posse no mesmo dia

Eleições AFCB: Lista A vence e toma posse no mesmo dia

Eleições e tomada de posse dos Órgãos Sociais da Associação de Futebol de Castelo Branco (AFCB) para o quadriénio 2020-2024 aconteceram esta quinta-feira.

157 votos na Lista A e dois votos brancos, de um total de 159 votos escrutinados, reelegeram, na noite da última quinta feira, para um terceiro mandato, Manuel Candeias na presidência da direção da AFCB.

Lista única era garantia de vitória, mas os números tinham uma palavra a dizer e estes falaram bem alto.

Depois de terminado o escrutínio, o momento solene de tomada de posse dos órgãos sociais eleitos para o quadriénio 2020-2024.

A cerimónia, que cumpriu os preceitos protocolares e que contou com a presença do presidente da FPF, Fernando Gomes, foi também o momento de despedida, após 21 anos ao serviço da AFCB, na qualidade de presidente da Assembleia Geral (AG), de Luís Correia.

Seria o próprio Luís Correia, no seu último ato público enquanto presidente da AG a dar posse a Joaquim Matias, presidente da AG eleito, não sem antes enaltecer a presença do presidente da FPF em Castelo Branco, indicar que cessava funções com a consciência tranquila e a sensação de dever cumprido, expressar o desejo de felicidade e de bom trabalho à nova direção.

Joaquim Matias, já no desempenho de funções enquanto presidente de AG, agradeceu a Manuel Candeias a confiança nele depositada, agradeceu a Luís Correia o trabalho que com ele realizou e a amizade que os une, desejou felicidades à nova direção e deu posse aos restantes órgãos sociais da AFCB.

No seu discurso após a reeleição, Manuel Candeias expressou cinco agradecimentos: Aos subscritores da sua lista e a quem, através do voto, depositou confiança na nova direção; às  coletividades e a todos os elementos, que pelos mais diversos motivos cessaram funções, em especial a Luís Correia, indicando, contudo, que contínua a contar com ele, aos colaboradores e funcionários, pela lealdade e competência, aos elementos da nova equipa diretiva, que se disponibilizaram e tiveram coragem de mostrar a vontade e disposição por exercerem a árdua tarefa que os espera e, por fim, ao  presidente da FPF, Fernando Gomes, pela sua presença no ato, sendo “para nós uma grande honra e um orgulho enorme tê-lo hoje aqui.”

Manuel Candeias aproveitou ainda o momento para enaltecer o trabalho desenvolvido por Fernando Gomes à frente da FPF e, aludindo à relação de proximidade que este tem com ele e com a AFCB, relação que “sempre foi extraordinária, tanto na área funcional como nos campos da compreensão e respeito”, demonstrar-lhe total e incondicional apoio.

Finalizando o seu discurso, o presidente da direção prometeu “trabalho, mais trabalho e trabalho e esperamos que isso se traduza em bons resultados. Queremos continuar a crescer no futebol e no futsal, em número e em qualidade.”

A cerimónia protocolar de tomada de posse encerrou com o discurso do presidente da FPF que, após expressar o enorme prazer com que ali estava, naquilo que é o registo da FPF, na medida do possível, estar próxima das associações, exaltou, na pessoa de Luís Correia, a abnegação de todos aqueles que, roubando tempo à família, trabalham, de uma forma amadora, mas apaixonada, em prol das coletividades desportivas.

Fernando Gomes, cumprimentou também, na pessoa do presidente da AG, Joaquim Matias, todos os elementos empossados para o exercício das funções que considera serem de utilidade pública, “pois sem a disponibilidade destes elementos muitas das vezes não seriam criadas as condições para que a prática desportiva fosse, efetivamente, realizada neste distrito.”

A Manuel Candeias, o presidente da FPF desejou as maiores felicidades no exercício das funções, indicando que poderá continuar a contar com o apoio da direção da FPF.

Numa reflexão sobre o atual contexto pandémico e as suas implicações, Fernando Gomes revelou ter um sentimento muito negativo sobre o que pode acontecer no futuro, prevendo que a prática desportiva irá sofrer, de forma intensa, na próxima época.

“Acabamos o ano com mais de 200 mil praticantes e, portanto, o nosso temor relativamente ao futuro é se, efetivamente, teremos condições para, na próxima época desportiva, continuar a permitir esta prática desportiva”, disse a propósito.

A terminar, o desafio à nova direção:

“Um mandato tem de ter sempre um objetivo. Lanço o repto a Manuel Candeias para, junto da Câmara Municipal de Castelo Branco, encontrar um terreno bem localizado e com uma área adequada para o seu grande desafio, que é dotar a Associação de Futebol de Castelo Branco de uma academia para que os jovens tenham aí um espaço para desenvolverem as suas capacidades.”

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: