23.3 C
Castelo Branco
Quarta-feira, Agosto 5, 2020
No menu items!
Início Sem Categoria Federações da JS de Castelo Branco e Portalegre defendem encerramento de Almaraz

Federações da JS de Castelo Branco e Portalegre defendem encerramento de Almaraz

Na sequência de novos incidentes na Central Nuclear de Almaraz, as Federações da Juventude Socialista de Castelo Branco e de Portalegre defendem, em comunicado conjunto, a necessidade de encerrar a Central Nuclear de Almaraz, limítrofe destes dois territórios.

O encerramento da Central Nuclear de Almaraz é uma proposta política que ambas as estruturas têm defendido e um processo que têm acompanhado, o que se tem traduzido em várias iniciativas, como a sua inclusão em documentos políticos orientadores, e que agora culminam nesta posição conjunta.

“Consideramos que a transição sustentável das economias deve ter reflexo na sua política energética, apostando em energias limpas e abandonando formas de produção de energia anacrónicas, que não se coadunam com os desafios do século XVI, tendo potencial de risco para a saúde pública e cujo prazo útil de vida já expirou. A isto acresce os sucessivos incidentes registados na Central Nuclear, com enfoque na última semana do passado mês de junho, puros reflexos da sua instabilidade infraestrutural. Estas variáveis intensificam a necessidade e a urgência do encerramento desta central nuclear”, defendem as duas estruturas da JS.

Recorde-se que as recomendações portuguesas sobre o prolongamento da vida útil desta central, no relatório elaborado pelo Grupo de Trabalho Técnico Bilateral, tiveram acolhimento.

Do mesmo modo, o Governo de Espanha planeou uma calendarização, na sua planificação de energia e clima, para o encerramento das suas centrais nucleares, datando o encerramento de Almaraz para esta década.

Não obstante, os jovens socialistas do distrito de Castelo Branco e de Portalegre consideram que:

– As autoridades nacionais devem continuar a envidar esforços para um reforçado envolvimento neste processo, pressionando o encerramento definitivo da produção nuclear em Almaraz, antecipando a data prevista para o seu encerramento para a mais imediata possível. .

– A tutela deve ministrar formações específicas às corporações de bombeiros dos distritos de Castelo Branco, Portalegre e outras, com elevado teor técnico e informativo no plano das emergências radiológicas, tendo em vista uma preparação inequívoca dos operacionais em caso de acidente nuclear.

– A legislação europeia deve avançar, nestes casos, para a necessidade de uma avaliação de impacto ambiental mais garantística e transfronteiriça.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

Festival das Artes da Beira Baixa anima noites de sábado em Proença-a-Nova

O Festival das Artes da Beira Baixa vai animar as próximas três noites de sábado em vários pontos do concelho, trazendo também...

Docentes do IPCB publicam EBOOK internacional

Os docentes da Escola Superior de Educação do IPCB Samuel Honório, Marco Batista e Helena Mesquita, em conjunto com Jaime Ribeiro, docente...

Município de Vila Velha de Ródão obtém selo “Safe & Clean”

O Município de Vila Velha de Ródão encontra-se empenhado no cumprimento das normas e recomendações emitidas pela Direção Geral da Saúde e...

Vila Nova da Barquinha recebe circuito pedestre «Fauna, flora e história local»

29 agosto 09h | Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha Passeio com apontamentos sobre as...

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: