23.3 C
Castelo Branco
Quinta-feira, Outubro 1, 2020
No menu items!
Início Nacional Município de Vila de Rei apresenta boa saúde financeira

Município de Vila de Rei apresenta boa saúde financeira

A Assembleia Municipal de Vila de Rei, em reunião ordinária realizada no passado dia 24 de junho, aprovou, por maioria, os documentos de Prestação de Contas relativas ao ano de 2019.

Os mapas de controlo orçamental da receita e da despesa mostram que a execução orçamental foi de 85,34% e 84,48% respetivamente, demonstrando excelentes valores e em linha com o verificado em anos anteriores.

Verificou-se também que a despesa de empreitadas representava 85,82% do total da despesa efetuada ao longo de todo ano do Plano Plurianual de Investimentos, com especial destaque para as infraestruturas urbanísticas da Zona Industrial do Souto (2ª e 3ª fase, incluindo a ampliação da ETAR e expansão da Infraestrutura de Localização Empresarial), obras na rede de abastecimento de água, saneamento e ETARs de Fundada e S. João do Peso, Construção do Parque Urbano da Ribeira da Vila, requalificação urbana e ETAR em Milreu, entre muitos outros.

O Município Vilarregense, conforme consta do site da Direção Geral das Autarquias Locais, apresenta ainda uma margem de endividamento muitíssimo favorável de 73,51% (correspondente a 5.523.301,26€).

Vila de Rei terminou novamente o ano de 2019 sem pagamentos em atraso e com fundos disponíveis que permitem a assunção de novos compromissos.

É ainda de destacar que, com um orçamento inicial de 8.280.000,00€, o Município de Vila de Rei, graças à sua capacidade de aceder a fundos comunitários, acabou por poder executar um total de 9.026.000,00€, aumentando consideravelmente o investimento em prol dos Vilarregenses.

De entre os principais investimentos do Município ao longo de 2019, a principal prioridade foi para as Funções Sociais (áreas Sociais, Educação, Saúde, atribuição de subsídios, entre outros) com 59,27% do orçamento, seguindo-se as Funções Económicas, com 33,51%.

O Município de Vila de Rei realça ainda que, desde o início do atual mandato autárquico, em 2017, a Autarquia conseguiu reduzir a dívida a médio e longo prazo em 535.100,00€, ao mesmo tempo que reforçava o investimento.

O prazo médio de pagamento a fornecedores foi, no ano de 2019, de 20 dias.

Para o Presidente da Autarquia, Ricardo Aires, “a situação económica e financeira do Município apresenta indicadores que evidenciam uma boa saúde financeira, sendo de destacar a boa capacidade de endividamento e o financiamento garantido por fundos comunitários para a realização de diversas empreitadas pelo Concelho. Estes dados espelham o esforço do Município no equilíbrio das contas e a gestão rigorosa que permitiu reduzir a despesa corrente e aumentar significativamente o investimento.”

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

Covid-19: Portugal com mais seis mortos e 854 novos casos nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais seis mortos relacionados com a covid-19 e 854 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o...

Refeições pagas, mas não entregues geram quase 2000 queixas

Uma análise realizada pelo Portal da Queixa indica que o número de reclamações dirigido aos serviços de entrega de refeições e alimentos...

Bloco de Esquerda condena metodologia da eleição para as Comissões de Coordenação e Desenvolvimento

No próximo dia 13 de outubro vão-se realizar as eleições indiretas para as Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR).

PIICIE do Município de Penamacor distribui material escolar

O PIICIE do Município de Penamacor distribuiu, a todos os alunos que frequentam o Agrupamento de Escolas Ribeiro Sanches e Infantário Nossa...

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: