27.8 C
Castelo Branco
Segunda-feira, Agosto 2, 2021
No menu items!
InícioCulturaMunicípio do Fundão assinala o Centenário de Amália Rodrigues

Município do Fundão assinala o Centenário de Amália Rodrigues

No âmbito das comemorações do centenário do nascimento de Amália
Rodrigues, o Município do Fundão irá promover, no dia 23 de julho,
quinta-feira, um conjunto de iniciativas, que irão realizar-se de acordo
com o seguinte programa:

16h00    Inauguração da Exposição de Fotografia – “No Tempo das Cerejas”
| A Moagem – Cidade do Engenho e das Artes – 23 de julho a 13 de setembro
Exposição fotográfica de Carlos Abreu, que pretende ser um louvor à
cereja.

Esta exposição consiste, segundo João Pedro Mésseder, numa
“viagem pelas mudanças porque passam as cerejeiras, desde os ramos de
folhas secas de cor castanha e amarelada, no Outono, até às belas e
delicadas cerejas vermelhas que amadurecem no Verão, passando, e claro,
pela floração, qual magia que, logo na aproximação da Primavera, nos
brinda com uma paisagem coberta de um manto branco povoado de milhões de flores brancas…”.

16h30    Inauguração da Exposição – “Bem-Vinda Sejas Amália” | A Moagem
– Cidade do Engenho e das Artes – 23 de julho a 16 de agosto
Exposição concebida pela Fundação Amália que se assume “como uma tournée de Amália por todo o país e está integrada no programa nacional de
Comemorações do centenário do seu nascimento”.

Esta exposição será composta por fotografias, esculturas, objetos e registos audiovisuais.

17h00    Inauguração do Mural – Amália Rodrigues
Mural pintado pelos artistas Frederico Draw e Contra rua, com curadoria
da Formas Efémeras, na Rua Conselheiro José Alves Monteiro, no Fundão.

17h30    Apresentação do livro «Amália, a Raiz e a Voz” | Edição Jornal
do Fundão | Parque das Tílias.

O livro “Amália, a Raiz e a Voz” é coordenado por Arnaldo Saraiva e
contará com a colaboração e testemunhos de vários músicos nacionais e
internacionais.

Esta obra irá, ainda, dar conta do trajeto de vida de Amália Rodrigues e contará com testemunhos e registos publicados no Jornal do Fundão.

A capa do livro é concebida por Siza Vieira, uma das referências mundiais da arquitetura.

O lançamento do livro será seguido de um momento musical protagonizado por Valéria Carvalho.

Amália Rodrigues, de seu nome completo Amália da Piedade Rebordão
Rodrigues, nasceu, segundo o seu registo de nascimento, a 23 de julho de
1920, tendo a artista adotado o dia 1 de julho como data de aniversário.

A fadista é filha de Lucinda da Piedade Rebordão e Albertino de Jesus
Rodrigues, que residiam no Fundão.

O Município do Fundão pretende com estas iniciativas homenagear Amália
Rodrigues, expoente máximo do fado e considerada a maior fadista de
todos os tempos, tendo ao mesmo tempo raízes no concelho do Fundão.

*Fonte: Facebook do Município do Fundão

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: