18.3 C
Castelo Branco
Sábado, Outubro 31, 2020
No menu items!
Início Cultura Festival Y#16 na Covilhã - festival de artes performativas 2020 a partir...

Festival Y#16 na Covilhã – festival de artes performativas 2020 a partir de 19 de junho

Residência artística de Joana Gama e Luís Fernandes, entre os dias 20.julho e 24.julho, na EPABI – Escola Profissional de Artes da Covilhã, no âmbito do Festival Y#16-festival de artes performativas, uma organização da Quarta Parede

A convite da Quarta Parede, Joana Gama e Luís Fernandes propõem-se a voltar à composição de música em duo, em residência artística a decorrer na Covilhã entre 20 e 24 de Julho, na Escola Profissional de Artes (EPABI).

Em contexto de residência artística o duo dedicar-se-á a compor novo material a partir da experiência acumulada nas diversas colaborações levadas a cabo nos últimos 4 anos.

Será ainda realizada uma masterclass, no dia 10 de dezembro dirigida aos alunos da EPABI, e no dia 11 de dezembro um concerto aberto ao público.

Ficha artística Piano: Joana Gama | Eletrónica: Luís Fernandes

Música | Duração: 45 min.

O duo já realizou concertos nas principais salas nacionais e nos festivais Novas Frequências (Rio de Janeiro), MadeiradiG (Madeira), Rooster Gallery (Nova Iorque) e Festa da Palavra (Praia, Cabo Verde) com o trabalho discográfico Shhpuma, considerado um dos melhores álbuns de 2014 por diversos críticos nacionais.

O duo também fez bandas sonoras para os filmes “A Glória de Fazer Cinema em Portugal” (2015) de Manuel Mozos – e “Penúmbria” (2016) de Eduardo Brito, distinguidos com o primeiro prémio, respectivamente, no Festival de Cinema Luso-Brasileiro da Feira e no 58o Zinebi, Bilbau (Mikeldi de Ouro).

Nos últimos anos apresentaram concertos no Festival Exquisito (Setembro, 2018 – Lisboa), Planetário do Porto (Novembro, 2018, no âmbito do Festival Porto Post Doc) e no Café Oto (Fevereiro, 2019 – Londres).

Recorde-se que a Quarta Parede regressa à atividade com o FestivalY#16 – festival de artes performativas, com as limitações inerentes ao Covid-19, seguindo todas as indicações de segurança para o público e para as equipas artísticas de cada espetáculo.

É com redobrada energia que retomamos o nosso trabalho, sabendo que será um processo lento até poder voltar a não ter alguns dos limites que agora se impõem para segurança de todos.

O Festival Y#16 vai ser diferente – vai manter as distâncias de segurança, vai ter uso obrigatório de máscaras, vai ter plateias reduzidas – mas, mesmo nas condições adversas que nos atingem a todos, traz para cada espetador a criatividade e as emoções que cada espetáculo oferece, tão necessárias nos tempos atuais.

*Foto: ©Lais-Pereira

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

Covid-19: Grande Prémio de Portugal de Moto GP não terá público

O Grande Prémio de Portugal de Moto GP, entre 20 e 22 de novembro em Portimão, não terá público, anunciou hoje o...

Covid-19: Lisboa e Porto entre concelhos que vão entrar em confinamento parcial

Os concelhos de Lisboa e do Porto estão entre os 121 municípios que entrarão em confinamento parcial a partir de quarta-feira devido...

Covid-19: Dever de recolhimento e teletrabalho obrigatório em 121 concelhos a partir de 4.ª feira

Cento e vinte e um municípios vão ficar abrangidos, a partir de quarta-feira, pelo dever cívico de recolhimento domiciliário, novos horários nos...

Covid-19: Costa solicita audiência ao PR para eventual estado de emergência nos concelhos mais atingidos

O primeiro-ministro, António Costa, anunciou hoje que já solicitou ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, uma audiência para eventual declaração...

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: