13.3 C
Castelo Branco
Quinta-feira, Outubro 22, 2020
No menu items!
Início Internacional “Regresse em segurança ao concelho de Proença-a-Nova” apela o presidente da autarquia

“Regresse em segurança ao concelho de Proença-a-Nova” apela o presidente da autarquia

“Regresse em segurança ao concelho de Proença-a-Nova”, este o apelo do presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova, João Lobo.

Numa altura em que muitos emigrantes com relações familiares regressam ao concelho para passar férias, João Lobo pede a todos comportamentos responsáveis e o cumprimento das regras sanitárias recomendadas pela Direção Geral de Saúde.

“Nestes meses de julho e agosto aguardamos a chegada dos nossos emigrantes, com sentido de responsabilidade reforçado, atendendo que a maioria da nossa população integra o grupo de risco. Tanto a autarquia como os agentes económicos do concelho – alojamentos locais, empreendimentos turísticos e restaurantes – têm de forma continuada realizado ações para se adaptarem a esta nova realidade que nos obriga a mantermos vigilância apertada sem deixarmos de usufruir dos nossos recursos naturais e património construído”, explica.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros emitiu um conjunto de conselhos para que esse regresso seja feito em segurança para todos.

Antes de iniciar viagem, a sugestão é para consultar o Posto Consular da sua área de residência, registar-se na aplicação “registo viajante”, disponível em IOS ou Android, ou via formulário em https://www.portaldascomunidades.mne.pt/pt/registodo-viajante e consultar as recomendações da Direção Geral de Saúde em https://covid19.min-saude.pt/, tais como a adoção de medidas de higiene e etiqueta respiratória que têm como objetivo reduzir a exposição e transmissão da doença.

A recomendação das autoridades é para que seja privilegiado o recurso à via aérea para as viagens a Portugal, apesar de a grande maioria no caso do concelho de Proença-a-Nova chega por via terrestre.

O transporte internacional de passageiros encontra-se autorizado nas seguintes situações:  entrada de cidadãos portugueses e de titulares de autorização de residência em Portugal, circulação para efeitos de reunião familiar, acesso a unidades de saúde nos termos de acordos bilaterais relativos à prestação de cuidados de saúde, entrada e de saída de trabalhadores sazonais com relação laboral comprovada documentalmente e entrada e de saída dos trabalhadores transfronteiriços que exerçam atividade em Portugal (inscritos no sistema de segurança social português) e residam noutro Estado-membro ou que exerçam atividade noutro Estado-membro (em cujo sistema de segurança social se encontram inscritos) e residam em Portugal.

É admitida a circulação rodoviária transfronteiriça para Portugal do transporte internacional de mercadorias.

A pandemia originada pela Covid-19, determinou a adoção, por inúmeros Governos, de medidas de prevenção, combate e contenção da doença, que incluíram fortes restrições na circulação de cidadãos em todo o Mundo, que podem manter a interdição de entrada de cidadãos não nacionais ou não residentes, exigir certificado médico, declarações para deslocação ou quarentena obrigatória para cidadãos provenientes do estrangeiro.

As medidas de contenção e controle da doença continuarão a ocorrer, e cada País irá retomando sua atividade económica e social à medida que os seus sistemas de saúde e as sociedades em geral se adaptam a uma nova realidade, reduzindo os efeitos nocivos do COVID-19. Toda a informação está disponível em https://www.portaldascomunidades.mne.pt/pt/e o Gabinete de Apoio ao Emigrante está disponível para esclarecimento de dúvidas através do e-mail gae@cm-proencanova.pt

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

“Ecologia: desafios e perspetivas”, com Jorge Paiva e Pedro Bingre do Amaral, abre ciclo “Verde Contínuo” na Biblioteca Geral da UC

A Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra (BGUC) promove, a partir da próxima semana, o ciclo de tertúlias "Verde Contínuo", com o objetivo...

Licores feitos em Proença-a-Nova premiados pelo segundo ano consecutivo em Londres

Pelo segundo ano consecutivo, os licores da empresa Wild Bunch & Co., com produção instalada na Cozinha Partilhada de Montes da Senhora,...

Ponto de Vista… por António Justo

Concepção materialista da História no gosto do Tempo (Zeitgeist) Amarrados à Corda do Tempo passado e futuro (Divididos...

Covid-19: Bastonária dos farmacêuticos diz que Saúde falhou planeamento do inverno

A bastonária dos farmacêuticos defendeu hoje que o país, nomeadamente a área da Saúde, falhou a preparação do período de outono-inverno e...

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: