20.1 C
Castelo Branco
Quarta-feira, Setembro 30, 2020
No menu items!
Início Nacional Portugal: BEI apoia estratégia de descarbonização da Navigator Company com 27,5 milhões...

Portugal: BEI apoia estratégia de descarbonização da Navigator Company com 27,5 milhões de euros

  • O projeto, envolvendo a construção e operação de uma nova caldeira de biomassa na fábrica de papel e celulose Figueira da Foz, é um passo importante na recente estratégia de descarbonização da empresa
  • Os fundos são fornecidos no âmbito do Plano de Investimento para a Europa

O Banco Europeu de Investimento (BEI) apoiará a The Navigator Company, um grande grupo industrial português e principal fabricante de celulose e papel da Europa, com um empréstimo de 27,5 milhões de euros para a construção e operação de uma nova caldeira de biomassa em sua unidade fabril integrada localizada em Figueira da Foz, uma região de coesão em Portugal.

Este projeto é o primeiro passo importante da estratégia de descarbonização do Navigator, lançada recentemente com o objetivo de tornar a empresa neutra em carbono até 2035 (15 anos à frente da meta da UE para 2050), em conformidade com o Acordo de Paris, o Acordo Verde da UE e o Acordo Verde de Portugal, Roteiro para a neutralidade do carbono.

A substituição do equipamento existente por uma nova caldeira de biomassa faz parte dos investimentos da empresa para compensar as emissões de carbono e é vista como crucial para preservar e melhorar sua competitividade e presença no mercado em um setor empresarial cíclico, especialmente agora em meio às consequências econômicas de longo alcance da Pandemia do covid19.

Este financiamento bancário da UE é fornecido no âmbito do Plano de Investimentos para a Europa .

A fábrica de Figueira usa apenas matéria-prima de florestas que são certificadas por sistemas de certificação florestal credenciados internacionalmente ou consideradas como madeira controlada. 

Este projeto também contribuirá positivamente para apoiar as economias rurais e o emprego em Portugal, através do desenvolvimento de uma cadeia de valor de florestas e bio economia.

“Estamos muito satisfeitos por apoiar a ambiciosa estratégia de descarbonização da Navigator Company e seus esforços em modernizar a produção para torná-la mais sustentável e fortalecer sua competitividade. Ao impulsionar a recuperação econômica do COVID-19, este projeto promoverá a economia circular e ajudará a UE a alcançar seu objetivo de neutralidade climática até 2050 ”, disse a vice-presidente do BEI Emma Navarro, responsável pelas operações em Portugal e pela ação climática do Banco.  

“A ação climática e a coesão, juntamente com o crescimento sustentável, continuam sendo as principais prioridades do BEI, mesmo em meio a essa pandemia. Temos o prazer de apoiar um projeto que está contribuindo fortemente para esses objetivos em Portugal e na Europa ”.

Esta é a oitava transação entre o BEI e a The Navigator Company, com a última operação assinada em 2018.

Nesse projeto, o Grupo BEI apoiou os investimentos da The Navigator Company em inovação e ação climática, como o financiamento da modernização da Figueira da Foz fábrica e a atualização de suas tecnologias de produção. 

Como resultado, o consumo de energia e a quantidade de produtos químicos utilizados foram reduzidos, assim como as emissões de gases de efeito estufa, graças à substituição de combustíveis fósseis pelo maior uso de energia renovável de biomassa.

O BEI é o maior fornecedor multilateral de financiamento climático do mundo. 

Seu objetivo é liderar a mobilização do financiamento necessário para limitar o aumento médio da temperatura global a 1,5 ° C, em comparação com os níveis pré-industriais, para atender aos objetivos do Acordo de Paris. 

Em 14 de novembro de 2019, o Conselho de Administração do BEI aprovou os seus novos objetivos climáticos e a nova política de empréstimo de energia. 

O Banco aumentará gradualmente seu financiamento para objetivos climáticos e ambientais em até 50% até 2025, com o objetivo de garantir que o Grupo BEI mobilize pelo menos 1 trilhão de euros na década crítica entre 2021 e 2030 para promover investimentos que ajudem a alcançá-los.

Anunciou também a intenção de alinhar todas as atividades do Grupo BEI com o Acordo de Paris. 

Para esse efeito, o BEI deixará de financiar projetos baseados em combustíveis fósseis a partir do final de 2021.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

Covid-19: Santa Clara – Gil Vicente vai ser o primeiro jogo da I Liga com público

O jogo Santa Clara – Gil Vicente, da terceira jornada da I Liga de futebol, vai ter uma assistência de 1.000 pessoas,...

Museu de Arte e Arquitetura gratuito no fim de semana e feriado pelo 4.º aniversário

Visitas guiadas a exposições, música, teatro, conversas e oficinas compõem a programação dos três dias de celebrações do 4.º aniversário do Museu...

João Morgado vence 13.ª edição do Prémio Nacional de Conto Manuel da Fonseca com a obra “Contos de Macau”

Câmara Municipal de Santiago do Cacém  Já é conhecida a obra vencedora da 13.ª Edição do Prémio Nacional...

Escolas Doutorais, pandemia e orçamento estiveram em discussão no Conselho Geral da UC

O orçamento da Universidade de Coimbra (UC) e dos Serviços de Ação Social da Universidade de Coimbra (SASUC), o impacto da pandemia...

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: