17.8 C
Castelo Branco
Quinta-feira, Setembro 24, 2020
No menu items!
Início Regional Programa +CO3SO apoia emprego e empreendedorismo no interior

Programa +CO3SO apoia emprego e empreendedorismo no interior

A Associação de Desenvolvimento do Pinhal Interior Sul – Pinhal Maior, em parceria com o Município de Proença-a-Nova, realizou no dia 7 de agosto uma ação de divulgação sobre o Sistema de Apoio ao Emprego e ao Empreendedorismo +CO3SO Emprego, que contou com a presença de cerca de 40 participantes.

Estes apoios estão disponíveis para a criação do próprio emprego ou empresa por desempregados ou inativos que pretendam voltar ao mercado de trabalho e para projetos de investimento para a expansão de pequenas empresas e microempresas existentes de base local ou para a criação de novas empresas e pequenos negócios, na modalidade de contrato sem termo com duração superior a 24 meses.

“Esta acaba por também ser uma resposta do Governo, em coordenação com os Grupos de Ação Local (GAL) e a CCDRC, ao acréscimo de desemprego provocado por esta pandemia, em conjunto com o programa «Trabalhar no Interior» que apoia a mobilidade geográfica de trabalhadores para os territórios do interior. Para além de darem resposta a quem procura emprego, também ajudam as nossas empresas a capacitarem-se, criando renovadas condições para a sua competitividade”, referiu João Lobo, presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova.

Será importante conhecer o perfil de trabalhador que as empresas precisam atualmente para se poder dar resposta às necessidades existentes.

De acordo com Augusto Nogueira, coordenador da Pinhal Maior, os apoios a conceder permitem a comparticipação integral dos custos diretos com os postos de trabalho criados (incluindo o próprio emprego), englobando a remuneração base e as despesas contributivas da responsabilidade da entidade empregadora, de acordo com os limites fixados na regulamentação, durante um período máximo de 36 meses.

São elegíveis todas as atividades económicas com exceção dos sectores da pesca, aquicultura, produção agrícola primária e florestas, transformação e comercialização de produtos agrícolas, projetos de diversificação de atividades nas explorações agrícolas ou CAE ligadas às áreas financeiras, dos seguros, da defesa, lotarias e outros jogos de aposta.

O financiamento está disponível para micro, pequenas e médias empresas (PME) e para Entidades da Economia Social como Instituições Particulares de Solidariedade Social, Associações e Fundações, Cooperativas, Associações Mutualistas, Misericórdias, entre outros.

As candidaturas decorrem até 16 de novembro e devem ser formalizadas junto da Pinhal Maior, que disponibiliza mais informações sobre este programa.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

Volta a Portugal em bicicleta em edição especial

DE 27 DE SETEMBRO A 5 DE OUTUBRO, NOS CANAIS DA RTP E NA ANTENA 1 A RTP...

Alpiarça: “Sábados a Contar” ON-LINE dia 26 setembro

Na impossibilidade de retomar esta nova época dos "Sábados a Contar" no espaço habitual, de voltar a...

Ateliês de decorações de Natal com inscrições abertas

Os ateliês natalícios começam no dia 28 de setembro e vão decorrer três vezes por semana (às segundas, quartas e sextas-feiras), na...

Dia Mundial do Turismo: visita da Ministra da Agricultura a aldeias do Centro de Portugal

Aldeias de Lapa dos Dinheiros, Loriga, Valezim e Linhares da Beira A Ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, efetuará,...

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: