16.7 C
Castelo Branco
Terça-feira, Setembro 29, 2020
No menu items!
Início Nacional Viagens de proximidade impulsionaram os rendimentos dos anfitriões em destinos de verão...

Viagens de proximidade impulsionaram os rendimentos dos anfitriões em destinos de verão portugueses não tradicionais

●      Durante o verão (julho e agosto), os turistas portugueses na Airbnb escolheram destinos próximos, a menos de 500 km (ou 300 milhas) da sua residência principal.

●      Os rendimentos dos anfitriões provenientes de viagens próximas em julho e agosto aumentaram 30% em Portugal em relação ao ano passado.

●    Viseu, Açores, Vila Real, Castelo Branco e Santarém lideram o ranking.

Os últimos dois meses ficaram conhecidos como o verão da pandemia, mas foi também o verão em que muitos portugueses descobriram que têm muito para desfrutar perto de casa.

As viagens de proximidade na Airbnb em Portugal – de hóspedes que vivem a menos de 500 km (ou 300 milhas) – aumentaram os ganhos, permitindo o acolhimento em todas as regiões, mas especialmente em destinos de verão menos tradicionais.

As receitas do acolhimento provenientes de reservas feitas por viajantes próximos (durante julho e agosto) cresceram cerca de 30% em Portugal, em comparação com o mesmo período do ano passado.

Regiões normalmente não associadas a viagens de verão, como Viseu, Vila Real, Castelo Branco e Santarém, foram tendência neste verão.

Por outro lado, e apesar das restrições às viagens internacionais, os anfitriões em destinos insulares, como os Açores e a Madeira, ganharam mais este verão com os viajantes de proximidade, o que mostra a força dos corredores internos e das viagens domésticas portuguesas nas ilhas.

As 5 principais regiões tendência no Verão (medida pelo crescimento dos ganhos dos anfitriões dos hóspedes de viagens de proximidade):

●      Viseu: 248%

●      Açores: 190%

●      Vila Real: 180%

●      Castelo Branco: 164%

●      Santarém: 156%

As tendências das viagens de proximidade começaram a manifestar-se logo nas primeiras fases do desconfinamento na Europa, quando a percentagem de reservas feitas em Portugal por hóspedes que vivem num raio inferior a 500 km (ou 300 milhas) passou de 6% em Fevereiro para 46% em Maio.

Durante a pandemia de COVID-19, uma vez que o confinamento levou ao isolamento e a dificuldades económicas para tantas pessoas em todo o mundo, mais de 200.000 novos anfitriões abriram as suas casas aos primeiros hóspedes na Airbnb.

Estes novos anfitriões vivem em todos os continentes, exceto na Antártida, em mais de 200 países e regiões, e estimamos que 57 por cento deles são mulheres.

E porque a facilidade da listagem torna possível à Airbnb oferecer alojamento em locais onde os hotéis não têm meios para os ter, muitos destes novos anfitriões encontram-se em cidades mais pequenas, vilas e áreas mais remotas, em posição de beneficiar economicamente do turismo local à medida que as pessoas saem de casa e fazem uma pausa.

Os 10 principais destinos que registaram o maior aumento nas receitas do acolhimento das viagens de proximidade, ganharam entre 5 a 6 vezes mais do que no ano passado (em julho e agosto) com o mesmo grupo de hóspedes:

  1. Santa Bárbara de Nexe (Faro)
  2. Boliqueime (Faro)
  3. Pombal (Leiria)
  4. São João das Lampas (Lisboa)
  5. Gondomar (Porto)
  6. Monsanto (Castelo Branco)
  7. Póvoa de Lanhoso (Braga)
  8. Moreira (Porto)
  9. Lagoa (Faro)
  10. Vilela (Vila Real)

Ao viajar para estes destinos, os viajantes optaram por ficar em casas com piscina e espaço suficiente para desfrutar com a sua família.

Por essa razão, os alojamentos marcados como ‘Casa’, ‘Villa’ ou ‘Chalet’ foram os mais procurados em Portugal.

A piscina foi a comodidade mais procurada nas buscas na plataforma, ao mesmo tempo que poder viajar com o animal de estimação e ter wifi foram algumas das outras principais exigências para os viajantes portugueses neste verão.

*Apenas foram consideradas as cidades que tinham pelo menos 3.000€ de rendimentos em 2019 durante esses meses.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

Presidente do Município reconhece apoio das farmácias à comunidade durante a pandemia

O Presidente da Câmara Municipal de Oleiros, Fernando Jorge, visitou esta sexta-feira, a Farmácia Xavier Gomes, no Orvalho.

Investigador da UC distinguido com prémio internacional

João Peça, investigador do Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra (CNC-UC), foi distinguido com o “IBRO 2020 Early...

Ponto de Vista… por António Justo

Ursula von der Leyen, a Presidente da União Europeia, médica, mãe de sete filhos, que para proteger as gravidezes não bebia álcool...

Covid-19: Associação quer profissionais de cuidados paliativos nas equipas multidisciplinares

A Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos defende que os profissionais desta área devem estar mais presentes nas equipas que assistem doentes com...

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: