21.7 C
Castelo Branco
Sábado, Setembro 26, 2020
No menu items!
Início Nacional Bruno Fialho saúda a candidatura de Ana Gomes em nome do maior...

Bruno Fialho saúda a candidatura de Ana Gomes em nome do maior pluralismo e da igualdade de género

O candidato à Presidência da República critica ainda duramente a reação de André Ventura que define como “projecto de pequeno ditador”

Bruno Fialho recebeu com agrado a confirmação oficial da candidatura de Ana Gomes a Presidente da República.

O líder do Partido Democrático Republicano considera que a entrada da ex-deputada socialista na corrida a Belém só contribuirá para enriquecer o debate com mais ideias e será também uma excelente promoção da igualdade de géneros nestas presidenciais.

“Desde já cumprimento a Dra. Ana Gomes pela decisão de se candidatar, pois, tal como a Dra. Marisa Matias, irá ajudar a promover a igualdade de género nestas eleições. Para além disto, estou seguro que trará mais ideias à campanha, mais opções de voto,e ajudará a mostrar que Portugal não está cego de amores pelo actual Presidente da República”, afirma Bruno Fialho, candidato à Presidência da República.

No que respeita à reação de André Ventura a esta candidatura, Bruno Fialho é bastante mais contundente: “Existe em Portugal um projecto de pequeno ditador que vem conseguindo tapar os olhos aos seus fiéis seguidores, para que estes não percebam o verdadeiro embuste que representa. Se o pequeno ditador é contrariado, insulta, se é confrontado com a falta de conteúdo que significa, insulta, e mesmo assim tem a ousadia de quer fazer crer aos portugueses que é a reencarnação do Dr. Francisco Sá Carneiro…”.

E acrescenta: “Hoje o pequeno ditador passou mais uma vez das marcas e foi ofensivo, até ordinário, com uma senhora que também é candidata à Presidência da República em 2021. Não sei se teve algum problema em criança, mas não é normal para quem frequentou o Seminário destilar tanto ódio”.

“É fácil identificar um pequeno tirano, pois são aqueles miúdos que recorrem à violência verbal ou física para fazer valer o seu ponto de vista, tudo gira à sua volta, julgam que são inimputáveis, têm um comportamento colérico perante o contraditório e não sabem aceitar o ‘não’. Mas este pequeno ditador colocou-se, mais uma vez, numa situação difícil, porque todos estamos curiosos se, desta feita, irá mesmo cumprir a promessa e demitir-se da liderança do seu partido após ficar atrás de Ana Gomes nas eleições”, atira Bruno Fialho.

Por último, o candidato deixa um desejo: “Só espero que os debatespossam ser mais civilizados do que este arranque, porque os portugueses merecem mais do que insultos nesta campanha”, conclui.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

Festival Soam as Guitarras arranca hoje e decorre até abril de 2021 em várias cidades

A 4.ª edição do festival Soam as Guitarras, inicialmente prevista para março e abril deste ano, inicia-se hoje em Setúbal e, até...

Covid-19: Portugal com mais oito mortos e 884 novos casos nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais oito mortos relacionados com a covid-19 e 884 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o...

PROTEJO: Concentração ibérica de cidadãos “POR UM Tejo Livre”

Descida de Caneiras / Santarém até Valada / Cartaxo O proTEJO celebrará o Dia Mundial da Migração dos...

Airbnb apoia a aprendizagem extracurricular com excursões online

●        40% dos pais dizem que as atividades extracurriculares dos seus filhos foram canceladas, com mais 22% a dizer que esperam menos atividades,...

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: