15 C
Castelo Branco
Segunda-feira, Outubro 26, 2020
No menu items!
Início Internacional Primeiro-ministro designado do Líbano apela à “cooperação” para formar Governo

Primeiro-ministro designado do Líbano apela à “cooperação” para formar Governo

O primeiro-ministro designado do Líbano, Mustapha Adib, apelou hoje às forças políticas para facilitarem a formação de um novo Governo, previsto inicialmente para estar constituído na semana passada.

Os partidos políticos libaneses comprometeram-se no início de setembro a formar um Governo “de missão” composto por ministros “competentes” e “independentes” no prazo de duas semanas, para retirar o país da crise económica, segundo o anúncio do presidente francês, Emmanuel Macron, na sua visita a Beirute.

Mas o processo está num impasse devido a divergências sobre a atribuição das pastas ministeriais. O principal obstáculo vem do movimento xiita Hezbollah, “peso pesado” da política libanesa, e do seu aliado Amal, dirigido pelo presidente do parlamento, Nabih Berri, que exigem a pasta das Finanças.

“Os males dos libaneses (…) necessitam da cooperação de todas as partes para facilitar a formação de um governo de missão com um programa específico que essas forças se comprometeram a apoiar”, sublinhou Adib num comunicado.

O primeiro-ministro designado apelou a todas as forças políticas para “trabalharem sem demora para o sucesso da iniciativa francesa, que abre caminho para o resgate do Líbano e trava a deterioração acelerada” da situação geral.

O Líbano vive há um ano uma das piores crises económicas, sociais e políticas da sua história, marcada pela queda da sua moeda, uma hiperinflação e o empobrecimento em larga escala da população.

A crise foi amplificada pela pandemia da covid-19 e pela trágica explosão de 04 de agosto no porto do Beirute, que catalisou a mobilização da comunidade internacional. Esta exige, no entanto, reformas em contrapartida do apoio no valor de vários milhares de milhões de euros.

“Qualquer novo atraso agravará a crise”, alertou Adib, adiantando: “Não creio que alguém possa ter na sua consciência ter causado mais dor a este povo”.

Adib assegurou que vai prosseguir os esforços para formar um novo governo, em cooperação com o chefe de Estado, Michel Aoun, mas os media libaneses já previram a eventual renúncia do primeiro-ministro designado devido às complicações.

*LUSA

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

Edição de Outubro do EXPRESSO do Oriente

Já circula por Lisboa a edição de Outubro do EXPRESSO do Oriente onde se destaca o aniversário da Polícia Judiciária, são já 75 anos ao serviço...

Espectáculo “À deriva” da Ajidanha novamente premiado

Na cerimónia de encerramento do XXVIII Certamen de Teatro "Raúl Moreno Molero", em Torrejoncillo (Espanha), no dia 25 outubro, a Ajidanha voltou...

Covid-19: Jogador do Belenenses SAD infetado a poucas horas de jogo com Benfica

Um jogador do Belenenses SAD, cuja identidade não foi revelada, teve um teste positivo para o novo coronavírus, confirmou o clube lisboeta,...

Covid-19: Portugal com mais 27 mortos e 2.447 casos confirmados

Portugal contabiliza hoje mais 27 mortos relacionados com a covid-19 e 2.447 novos casos confirmados de infeção, segundo o boletim epidemiológico da...

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: