11.1 C
Castelo Branco
Sexta-feira, Outubro 23, 2020
No menu items!
Início Regional Empresa Lanifato, em Belmonte continua com os atropelos

Empresa Lanifato, em Belmonte continua com os atropelos

“Desde sempre faz um acompanhamento exaustivo a esta empresa, nunca deixando as trabalhadoras desarmadas”, assegura o Sindicato dos Trabalhadores do Sector Têxtil da Beira Baixa, referindo-se à Lanifato.

Os atropelos ao longo dos anos têm sido constantes, desde a pressão, ao assédio moral deliberado e direccionado, consubstanciado na falta de cumprimento das normas do contrato de trabalho e no uso e abuso de poder subjugando aos seus interesses quem está mais fragilizado.

“Quando consideramos necessário solicitamos a intervenção da ACT-Autoridade para as Condições de Trabalho, instauramos os devidos processos nas entidades competentes e denunciamos publicamente os atropelos efectuados nesta empresa”refere o mesmo documento.

Em Março com a justificação da pandemia a empresa pressionou as trabalhadoras a assinar a aceitação de 15 dias de férias referindo que após este período recorriam ao Lay Off com omissão aos trabalhadores que a empresa não estava em situação regular para recorrer a esse apoio.

No mês de Abril, as trabalhadoras da Lanifato, apesar das pressões e chantagens, lutaram pelo pagamento do salário do Mês de Março e mesmo em contexto difícil denunciaram as ilegalidades constantes e exigiram a marcação de férias no período normal e a empresa assumiu junto da ACT que iria marcar esses dias a gozar no mês de Agosto.

Chegados ao final do mês de Agosto, a empresa mais uma vez não cumpriu com o estabelecido.

“Desengane-se a empresa se considera que com pressões e chantagens consegue manipular e retirar direitos às trabalhadoras. É que, mesmo com receios, as trabalhadoras estão no mesmo barco e irão lutar contra as injustiças de que são alvos.”, garante o sindicato.

É neste contexto que todas as trabalhadoras, as que estão a laborar e as que se encontram em suspensão devido ao não pagamento do salário do mês de Agosto,” irão lutar pelo pagamento do subsídio de férias que já deveriam ter recebido e pelo pagamento do salário que está em dívida às trabalhadoras que se encontram em suspensão, tendo em vista o rápido regresso à empresa”, assegura o sindicato.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

João Almeida perde a rosa e cai para quinto, Wilco Kelderman novo líder da Volta a Itália

O português João Almeida (Deceuninck-QuickStep) perdeu hoje a liderança da geral da Volta a Itália em bicicleta, caindo para quinto, com o...

Giro: Ruben Guerreiro vencedor virtual da classificação da montanha

Ruben Guerreiro (Education First) garantiu hoje, matematicamente, a vitória na classificação da montanha da Volta a Itália em bicicleta, após a 18.ª...

Convenção Nacional da ERA reúne virtualmente 2.500 colaboradores

A XVI Convenção Nacional da ERA Portugal realiza-se nos dias 22 e 23 de outubro e, pela primeira vez, acontece num formato...

Covid-19: PSP encerra três espaços de restauração em Odivelas por incumprimento das medidas

A PSP encerrou três estabelecimentos de restauração e bebidas em Odivelas, no distrito de Lisboa, em 16 de outubro, por não estarem...

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: