10 C
Castelo Branco
Sexta-feira, Outubro 23, 2020
No menu items!
Início Regional Região Centro tem pela primeira vez mais de 100 empresas Gazela

Região Centro tem pela primeira vez mais de 100 empresas Gazela

A região Centro conta, pela primeira vez, com mais de uma centena de empresas Gazela.

São 112 empresas jovens que, num curto período de tempo, apresentam um crescimento acelerado no emprego e no volume de negócios.

Trata-se de uma reduzida percentagem do universo das empresas, presentes em todos os setores de atividade e diferenciando-se, também, pelo seu posicionamento nos mercados e pela sua capacidade de gestão e de risco.

Para Isabel Damasceno, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), «estas 112 empresas representam o dinamismo económico e empresarial e a diversidade setorial da região Centro. Mesmo em circunstâncias difíceis, muitas vezes em territórios vulneráveis, são uma amostra de todas as empresas e dos empresários que diariamente ousam apostar, correr riscos e empreender. Nos últimos oito anos, temos vindo a acompanhar este segmento de empresas que gostaríamos de ver multiplicadas e distribuídas pela região Centro, dado o seu contributo para a criação de emprego e riqueza”.

Dado o atual contexto de pandemia, o reconhecimento a estas empresas não será feito, como habitualmente, numa Gala de Homenagem.

Simbolicamente, este ano, o galardão será dado presencialmente apenas a uma das empresas Gazela, no município de Leiria, que é aquele que concentra o maior número de empresas Gazela na região.

O galardão será entregue, no dia 29 de setembro, pela Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, à empresa Lubrifuel III, a empresa Gazela 2019 com o maior volume de negócios em Leiria.

De acordo com o estudo efetuado pela CCDRC, que pelo oitavo ano consecutivo faz este apuramento, destas 112 empresas gazela na região Centro destacam-se os seguintes aspetos:

  • O número de empresas Gazela identificadas na região Centro aumentou (18%) face ao ano de 2018, passando de 95 para 112 empresas em 2019;
  • Estas empresas têm um elevado potencial para gerar novos de postos de trabalho, tendo triplicado as pessoas ao serviço entre 2015 e 2018, passando de 1261 trabalhadores para 3490 trabalhadores;
  • O volume de negócios cresceu cerca de 16 vezes entre 2015 e 2018, pois faturaram 79 milhões de euros em 2015 e 1248 milhões de euros em 2018;
  • Metade (55% do total) das 112 empresas Gazela apresentavam valores de exportações. O total de exportações destas empresas somava cerca de 88 milhões de euros, em 2018, o que representava, em termos médios, 7% do volume de negócios;
  • Um quarto destas empresas desenvolve as suas atividades no setor da construção que, em conjunto com as indústrias transformadoras (23%) e o comércio (19%), representam 67% das empresas Gazela da região;
  • Em termos de distribuição geográfica estão bastante disseminadas pelo território, repartindo-se por 42 municípios da região Centro, sendo os concelhos de Leiria (14), Coimbra (9) e Aveiro (8) os que têm um maior número, seguidos pelos municípios de Torres Vedras (7), Ourém (6), Caldas da Rainha e Alenquer (com 5, cada). Com quatro empresas gazela, encontram-se três municípios: Albergaria-a-Velha, Estarreja e Lourinhã. Os municípios da Figueira da Foz, Ílhavo, Ovar, Vagos e Viseu apresentam três empresas Gazela cada. Em termos sub-regionais, destacam-se os territórios correspondentes às NUTS III da Região de Aveiro (29), do Oeste (25), da Região de Coimbra (21) e da Região de Leiria (19);
  • Metade das empresas Gazela apuradas foram constituídas nos anos de 2014 (23%) e 2015 (27%);
  • No final de 2019, 68% das empresas Gazela que se candidataram aos Sistemas de Incentivos do Portugal 2020 estão já a ser apoiadas, num total de 44 projetos (40 dos quais no Centro 2020), que representam 43 milhões de euros de investimento e 17 milhões de euros de incentivo.

O estudo completo, com a listagem das empresas, pode ser consultado em www.ccdrc.pt

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

João Almeida perde a rosa e cai para quinto, Wilco Kelderman novo líder da Volta a Itália

O português João Almeida (Deceuninck-QuickStep) perdeu hoje a liderança da geral da Volta a Itália em bicicleta, caindo para quinto, com o...

Giro: Ruben Guerreiro vencedor virtual da classificação da montanha

Ruben Guerreiro (Education First) garantiu hoje, matematicamente, a vitória na classificação da montanha da Volta a Itália em bicicleta, após a 18.ª...

Convenção Nacional da ERA reúne virtualmente 2.500 colaboradores

A XVI Convenção Nacional da ERA Portugal realiza-se nos dias 22 e 23 de outubro e, pela primeira vez, acontece num formato...

Covid-19: PSP encerra três espaços de restauração em Odivelas por incumprimento das medidas

A PSP encerrou três estabelecimentos de restauração e bebidas em Odivelas, no distrito de Lisboa, em 16 de outubro, por não estarem...

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: